Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos termoanalíticos da fluoxetina

Processo: 14/22142-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Éder Tadeu Gomes Cavalheiro
Beneficiário:Bárbara Vieira Pinto
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Análise térmica   Fluoxetina

Resumo

Estudos termoanalíticos da fluoxetina: A Fluoxetina (cloridrato de N-metil-3-fenil-3-[(a,a,a-trifluoro-p-tolil)-oxi]propilamina) é um antidepressivo inibidor seletivo da recaptação da serotonina (ISRS) para administração oral, indicado para o tratamento de depressão, associada ou não a ansiedade, bulimia nervosa, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM), abrangendo tensão pré-menstrual (TPM), irritabilidade e disforia. Este trabalho propõe o estudo do seu comportamento e decomposição térmica do antidepressivo fluoxetina, visando estabelecer um mecanismo para sua decomposição térmica. Estudos de cinética de degradação térmica também deverão ser desenvolvidos.Serão realizadas medidas termogravimétricas, em atmosfera de ar e nitrogênio, que possibilitarão a determinação da estabilidade térmica do fármaco, além da determinação das etapas de decomposição. Simultaneamente, os gases evolvidos durante o aquecimento da amostra serão levados, através de uma linha de transferência, até um espectrômetro. A técnica acoplada termogravimetria- espectroscopia na região do infravermelho (TG-FTIR) permitirá a identificação dos gases liberados na queima da fluoxetina, possibilitando a proposta de um mecanismo para sua decomposição térmica. Análises por DSC em temperaturas abaixo da decomposição poderão demonstrar eventos de transição de fase, como fusão, transformações polimórficas, entre outros.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERREIRA, A. P. G.; PINTO, V, B.; CAVALHEIRO, E. T. G. Thermal decomposition investigation of paroxetine and sertraline. JOURNAL OF ANALYTICAL AND APPLIED PYROLYSIS, v. 136, p. 232-241, NOV 2018. Citações Web of Science: 2.
PINTO, B. V.; FERREIRA, A. P. G.; CAVALHEIRO, E. T. G. Thermal degradation mechanism for citalopram and escitalopram. JOURNAL OF THERMAL ANALYSIS AND CALORIMETRY, v. 133, n. 3, p. 1509-1518, SEP 2018. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.