Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da interface de união entre cimento resinoso auto-adesivo à dentina erodida in vitro

Processo: 14/11734-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Paulo Henrique dos Santos
Beneficiário:Mariana Dias Moda
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Cimentos de resina   Dentina   Adesivos dentinários   Tratamento de superfícies

Resumo

O propósito deste estudo será avaliar a interface de união entre cimento resinoso auto-adesivo à dentina submetida a erosão in vitro. Sessenta e quatro terceiros molares humanos serão utilizados e divididos em dois grupos: grupo 1 (dentina normal) e grupo 2 (dentina erodida). Para a obtenção da erosão in vitro um protocolo será empregado, no qual os espécimes do grupo 2 ficarão imersos em soluções de HCl-pepsina, 5 minutos por ciclo, e em solução de tripsina, 10 minutos por ciclo, totalizando 6 imersões ao dia para ambas as soluções e abrasionadas por escovação, 2 vezes ao dia, no tempo de 15 segundos cada, ao longo de 6 dias. Na sequência, ambos os grupos serão submetidos a quatro tratamentos de superfície dentinária: grupo controle (sem tratamento), ácido poliacrílico 25%, clorexidina 2% e EDTA 0,1M pH 7,4 (n=8). Blocos de resina composta TPH serão cimentados com cimento resinoso auto-adesivo RelyX U200 sobre essas superfícies dentinárias. As amostras serão submetidas ao teste de microtração para avaliar a resistência de união entre o cimento resinoso auto-adesivo e dentina, 24 horas e 1 ano após o procedimento de união. Associada a microtração, será feita uma leitura em Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), onde se avaliará o padrão de fratura dessas interfaces. Por último, dois espécimes de cada grupo serão avaliados por microscopia confocal a laser, para análise da interface dentina/cimento. Os dados de resistência de união por microtração e qualidade da interface adesiva serão submetidos a testes estatísticos de normalidade, homogeneidade de variância e testes específicos para verificação da significância entre as médias (p=0.05). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MODA, MARIANA DIAS; FAGUNDES, TICIANE CESTARI; BRESCIANI, EDUARDO; FRAGA BRISO, ANDRE LUIZ; DOS SANTOS, PAULO HENRIQUE. Comparison of in vitro erosion protocols in bovine teeth to simulate natural erosion lesion: analysis of mechanical properties and surface gloss. Journal of Applied Oral Science, v. 27, 2019. Citações Web of Science: 0.
MODA, MARIANA DIAS; FAGUNDES, TICIANE CESTARI; FRAGA BRISO, ANDRE LUIZ; DOS SANTOS, PAULO HENRIQUE. Analysis of the bond interface between self-adhesive resin cement to eroded dentin in vitro. PLoS One, v. 13, n. 11 NOV 26 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.