Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo do perfil imunofenotípico, potencial de diferenciação, capacidade de produção de citocinas e criopreservação de células estromais do endométrio de vacas durante o ciclo estral

Processo: 14/20447-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Eunice Oba
Beneficiário:Carolina Nogueira de Moraes Maia
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/18964-1 - Treinamento científico em caracterização, criopreservação, sorting, homing e terapia gênica usando CTMs em modelos experimentais: avaliação de terapia com citocina usando TRAIL associado com CTMs para o tratamento de glioblastoma em modelo animal, BE.EP.DR
Assunto(s):Criopreservação animal   Bovinos   Diferenciação celular   Células estromais

Resumo

Descobertas científicas têm demonstrado o potencial de diferenciação das células-tronco de origem mesenquimal e sua aplicação terapêutica tanto em enfermidades complexas ou em lesões de difícil reparação quanto na terapia gênica. O objetivo do presente estudo é isolar, cultivar e caracterizar células estromais progenitoras do tecido endometrial de fêmeas bovinas nas fases II e III de formação do corpo lúteo. Adicionalmente, será realizada a quantificação da produção de citocinas pelas células estromais progenitoras sob estímulo de LPS bacteriano, bem como a avaliação da viabilidade pré e pós- criopreservação com dois meios de criopreservação. Para tanto, serão utilizadas 12 amostras de tecido endometrial obtidas em abatedouro, sendo 6 de animais na fase luteal II (n=6) e 6 de animais na fase luteal III (n=6). Após colheita, o material será devidamente manipulado no laboratório LANÇA para isolamento, cultivo e expansão das células estromais in vitro. Posteriormente, proceder-se-á a caracterização das células cultivadas imunofenotipicamente e também diferenciação para as tri-linhagens. Também, as células serão estimuladas com LPS para avaliação do perfil imunomodulatório. Por fim, as células serão criopreservadas em dois meios de distintos de criopreservação e avaliadas quanto a viabilidade após um mês de congelamento. Tal experimento proporcionará a obtenção de dados de colheita, cultivo, caracterização, perfil imunomodulatório e viabilidade pós criopreservação das células estromais provenientes do tecido endometrial de bovinos, tendo em vista a escassez de estudos na espécie. Adicionalmente, os dados obtidos poderão proporcionar melhor entendimento para o estudo da fisiopatologia de enfermidades uterinas em bovinos, bem como proporcionará melhores conhecimentos sobre a aplicação terapêutica de células estromais progenitoras contra estas patologias, além da possível criação de bancos de células para uso e estudos futuro. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NOGUEIRA DE MORAES, CAROLINA; MAIA, LEANDRO; DE OLIVEIRA, ELIANDRE; DE PAULA FREITAS DELL'AQUA, CAMILA; CHAPWANYA, ASPINAS; DA CRUZ LANDIM-ALVARENGA, FERNANDO; OBA, EUNICE. Shotgun proteomic analysis of the secretome of bovine endometrial mesenchymal progenitor/stem cells challenged or not with bacterial lipopolysaccharide. VETERINARY IMMUNOLOGY AND IMMUNOPATHOLOGY, v. 187, p. 42-47, MAY 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.