Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento embrionário do aparato de veneno nas serpentes: uma abordagem morfológica e molecular com ênfase na sua perda ou redução secundária

Processo: 14/14364-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Hussam El Dine Zaher
Beneficiário:Leonardo de Oliveira
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50206-9 - Origem e evolução das serpentes e a sua diversificação na região neotropical: uma abordagem multidisciplinar, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Serpentes   Venenos de serpentes

Resumo

Apenas alguns grupos de serpentes avançadas (Caenophidia) possuem um aparato de veneno constituído pelas glândulas de veneno ou de Duvernoy associadas a uma dentição e musculatura especializadas na inoculação do veneno. A aquisição deste aparato inoculador de veneno é frequentemente vista como a novidade adaptativa que levou à grande irradiação deste grupo de serpentes, sendo a sua redução ou ausência interpretada como resultado de perdas secundárias. Estudos recentes propuseram um novo modelo para a evolução dos componentes do aparato de veneno das serpentes, no qual a lâmina maxilar embrionária se divide em lâminas anterior e posterior, sendo que a anterior origina os dentes maxilares anteriores e a posterior, as presas, as glândulas de veneno ou a de Duvernoy. Entretanto, praticamente nada se conhece sobre os mecanismos associados com as perdas secundárias dessas estruturas. Este trabalho tem o objetivo de identificar os processos associados ao desenvolvimento embrionário dos componentes do aparato de veneno das serpentes e, principalmente, a sua perda ou redução secundária. Além disso, visa testar o novo modelo de desenvolvimento embrionário sugerido na literatura mais recente. Será realizado um estudo morfológico, envolvendo técnicas anatômicas, histológicas e imuno-histoquímicas, bem como acerca da expressão dos genes ligados às diferentes fases do desenvolvimento embrionário dos componentes do aparato de veneno, em séries ontogenéticas embrionárias. Serão utilizados embriões de espécies de serpentes Caenophidia representativas das famílias Viperidae (Bothrops jararaca), Elapidae (Micrurus corallinus), Colubridae (Pantherophis guttatus) e Dipsadidae (Sibynomorphus mikanii e Oxyrhopus guibei). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA, LEONARDO; GUERRA-FUENTES, RICARDO ARTURO; ZAHER, HUSSAM. Embryological evidence of a new type of seromucous labial gland in neotropical snail-eating snakes of the genus Sibynornorphus. ZOOLOGISCHER ANZEIGER, v. 266, p. 89-94, 2017. Citações Web of Science: 0.
DE OLIVEIRA, LEONARDO; SCARTOZZONI, RODRIGO ROVERI; DE ALMEIDA-SANTOS, SELMA MARIA; JARED, CARLOS; ANTONIAZZI, MARTA MARIA; SALOMAO, MARIA DA GRACA. Morphology of Duvernoy's Glands and Maxillary Teeth and a Possible Function of the Duvernoy's Gland Secretion in Helicops modestus Gunther, 1861 (Serpentes: Xenodontinae). South American Journal of Herpetology, v. 11, n. 1, p. 54-65, APR 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.