Busca avançada
Ano de início
Entree

Regulação pós-transcricional da osteoglicina pelo microRNA miR-155 em cardiomiócitos

Processo: 14/14340-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Robson Francisco Carvalho
Beneficiário:Grasieli de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Músculo estriado   MicroRNAs   Miócitos cardíacos   Proteínas de matriz extracelulares   Glicoproteínas   Cardiomegalia

Resumo

Regulação pós-transcricional da osteoglicina pelo microRNA-155 em cardiomiócitos. A hipertrofia cardíaca é um processo adaptativo em resposta a várias condições fisiológicas e patológicas e está comumente associada à hipertensão, doença cardíaca isquêmica e insuficiência cardíaca. Os fatores que contribuem para o desenvolvimento da hipertrofia cardíaca não estão completamente esclarecidos mas sabe-se que a re-expressão de genes fetais cardíacos e a alteração na expressão de microRNAs e proteínas da matriz extracelular estão envolvidos no desenvolvimento do processo. A matriz extracelular cardíaca é uma intricada rede formado por proteínas estruturais e não estruturais que exercem funções importantes no processo de homeostase e remodelação do coração. Dentre as proteínas que compõe a matriz extracelular cardíaca, a Osteoglicina (OGN) vem se destacando como um importante componente para o processo de remodelação cardíaca. A OGN é uma glicoproteína que tem como principal função o processo de fibrilogênese do colágeno e seu perfil de expressão tem sido associado com o desenvolvimento da hipertrofia cardíaca. No entanto, os mecanismos que regulam a expressão da OGN não são conhecidos. Análises de bioinformática de nosso laboratório identificaram o RNAm da OGN como um importante alvo do microRNA miR-155. Os microRNAs possuem um importante papel na regulação pós transcricional da expressão gênica do coração e estão emergindo como moléculas-chaves no controle de diversas doenças cardíacas. Recentemente, o miR-155 foi descrito como um indutor da hipertrofia patológica de cardiomiócitos e sua inibição pode ter um potencial clínico para o tratamento da hipertrofia e insuficiência cardíaca. Portanto, a hipótese do presente trabalho é que a OGN é regulada pós-transcricionalmente pelo mir-155 na hipertrofia de cardiomiócitos da linhagem H9c2 in vitro. Descobrir novos mecanismos moleculares que regulam a hipertrofia cardíaca constitui uma importante etapa para a compreensão das alterações celulares que ocorrem nesse processo e para o desenvolvimento de futuras estratégias terapêuticas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA, GRASIELI; FREIRE, PAULA PACCIELLI; MIEKO OMOTO, ANA CAROLINA; CURY, SARAH SANTILONI; FUZIWARA, CESAR SEIGI; KIMURA, EDNA TERUKO; DAL-PAI-SILVA, MAELI; CARVALHO, ROBSON FRANCISCO. Osteoglycin post-transcriptional regulation by miR-155 induces cellular architecture changes in H9c2 cardiomyoblasts. Gene, v. 676, p. 9-15, NOV 15 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.