Busca avançada
Ano de início
Entree

Maquetes virtuais: instrumento para uma arqueologia da paisagem: o caso da Rua Direita em São Paulo (1809-1920)

Processo: 14/20849-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno
Beneficiário:Fernanda Bianchi Neves Taques Bittencourt
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Urbanização   Cidades   São Paulo (SP)

Resumo

A cidade é um objeto muito complexo, mas, se fizermos um balanço das pesquisas baseadas no cruzamento entre fatos espaciais - a cidade como soma de artefatos, imóveis, vias, redes &-, e fatos sociais - a cidade como lugar de vida, de trocas, de representações, de investimento, de campos de força&, que mais diz respeito à escala dos fenômenos -, o resultado é contrastante. Surpreendente é quando colocamos em paralelo os numerosos estudos monográficos. Há mais de uma década, equipes pluridisciplinares de pesquisadores desenvolvem métodos nessa linha de investigação, cruzando espaço construído e espaço social. Esses estudos se apoiam, particularmente, sobre a planimetria histórica e as fontes seriais diacrônicas e sincrônicas, bases de dados envolvendo as permissões de construção, as atividades, a legislação e formas de controle, os imóveis, os dados demográficos, a iconografia. De fôlego, essas pesquisas mostram-se hoje muito fecundas em termos de novas descobertas e disso resulta esta proposta de trabalho científico. O projeto consiste em desenvolver métodos e instrumentos de espacialização de processos de transformação urbanística e consolidar epistemologicamente os resultados adquiridos, desenvolvendo novas pistas de pesquisa e mesmo contribuindo para uma melhor compreensão dos fenômenos de produção da cidade vigentes hoje em dia. Com base no estudo do caso da Rua Direita, pretende-se (por meio do cruzamento de fontes diversas - com especial destaque para os projetos arquitetônicos do Arquivo Histórico de São Paulo e fotos antigas) reconstituir o perfil dos prédios entre 1809-1920 e analisar o processo de transformação da área central de São Paulo, identificando os exemplares hoje ainda remanescentes do período. (AU)