Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de fenômenos de altas energias e plasmas astrofísicos: teoria, simulações numéricas, observações e desenvolvimento de instrumentação para o Cherenkov Telescope Array (CTA)

Processo: 14/17073-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de novembro de 2014
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Instrumentação Astronômica
Pesquisador responsável:Elisabete Maria de Gouveia Dal Pino
Beneficiário:Renato Gimenes
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/10559-5 - Investigação de fenômenos de altas energias e plasmas astrofísicos: teoria, simulações numéricas, observações e desenvolvimento de instrumentação para o Cherenkov Telescope Array (CTA), AP.TEM
Assunto(s):Física de alta energia   Raios gama   Telescópios   ASTRI Mini-Array   Observatório Cherenkov Telescope Array

Resumo

Nosso grupo está envolvido com o Projeto Cherenkov Telescope Array (CTA) e, em particular, com a construção de um CTA Mini-Array em parceria com o grupo italiano do CTA, sob o projeto temático intitulado "Investigação de Fenômenos de Altas Energias e Plasmas Astrofísicos: Teoria, Simulações Numéricas, Observações e Desenvolvimento de Instrumentação para o Cherenkov Telescope Array (CTA)", aprovado recentemente pela FAPESP. O Mini-Array consistirá de uma pequena amostra com sete telescópios Cherenkov que será o núcleo do big Array, permitindo testes abrangentes e coleta de dados de alta qualidade durante as etapas preparatórias e de construção do CTA completo. Este Plano Técnico visa a contratação e treinamento de um Engenheiro que acompanhará todo o desenvolvimento e testes do protótipo do telescópio na Itália e posteriormente a completa construção e implantação do CTA Mini-Array no local do CTA. Em particular, o engenheiro ajudará com a otimização da estrutura dos telescópios; com as etapas de AIV (Assembly, Integration & Verification) das estruturas e espelhos; com o alinhamento dos espelhos, e com a implementação do sistema de apontamento dos telescópios. Também estão planejadas visitas periódicas tanto à Itália quanto ao local do CTA no hemisfério sul. (AU)