Busca avançada
Ano de início
Entree

Remoção da adstringência e conservação da qualidade de pedúnculos de caju anão-precoce

Processo: 14/19664-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Ricardo Alfredo Kluge
Beneficiário:Ana Paula Candiane Toledo
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Pós-colheita   Núcleo tegmental pedunculopontino   Irradiação   Taninos   Acetaldeído   Delineamento experimental   Teste de Tukey   Análise de variância   Caju

Resumo

A cajucultura apresenta relevante importância sócio-econômica para o Brasil, que além de ser o país de origem, é grande consumidor da fruta. No entanto, existe uma grande diferença entre a quantidade produzida de castanha de caju e pedúnculo devido, principalmente, ao pedúnculo possuir características pós-colheita tais como curta vida útil (48 horas após ser colhido) e adstringência. Já foram desenvolvidos métodos de remoção da adstringência para outras frutas com essa mesma característica, possibilitando melhoria na qualidade e prolongando sua comercialização. O objetivo desse projeto é estudar a remoção da adstringência e a manutenção da qualidade de pedúnculos de caju anão-precoce, visando prolongar seu período de oferta. Para isso, o trabalho será dividido em três experimentos. No primeiro será estudado o uso de diferentes tipos e espessuras de filmes plásticos para a destanização. No segundo, será estudado o efeito da irradiação em diferentes doses objetivando descobrir a melhor dose para manutenção da qualidade dos pedúnculos. No terceiro, serão testadas as combinações entre os melhores filmes plásticos e as melhores dosagens de irradiação gama definindo quais poderão ser adotadas para pedúnculos de caju. As variáveis analisadas serão: teor de taninos solúveis, índice de adstringência, teores de acetaldeído e etanol, taxa respiratória, firmeza de polpa, teor de ácido ascórbico, teor de sólidos solúveis, incidência de podridão, perda de massa, cor do epicarpo e da polpa, acidez titulável, compostos fenólicos, antocianinas no epicarpo, composição gasosa e produção de etileno. O delineamento experimental será inteiramente ao acaso, com quatro repetições por tratamento, compostas por três a quatro pedúnculos cada. Os dados coletados serão submetidos à análise de variância (teste F) e, em caso de significância, as médias comparadas pelo teste de Tukey (P < 0,05).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)