Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento de escolha em ratos (Rattus norvegicus) sob restrição alimentar

Processo: 14/21438-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Andréia Schmidt
Beneficiário:Sara Tamiris Cirilo Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Análise do comportamento   Comportamento de escolha   Ratos Sprague-Dawley   Rattus norvegicus   Restrição calórica

Resumo

O comportamento de escolha pode ser entendido como a seleção de uma entre duas ou mais alternativas disponíveis, diferente da preferência, que está relacionada ao tempo despendido respondendo a uma dessas alternativas. Em pesquisas realizadas com animais, é possível observar que os sujeitos escolhem com maior frequência as alternativas em que o reforço estará disponível de forma imediata, ainda que em pequena quantidade, em comparação com a alternativa em que o reforço estará disponível somente depois que o animal esperar um tempo determinado pelo experimentador, ainda que a quantidade de reforço seja maior. Não há dados na literatura sobre se uma história de restrição alimentar pode afetar esse padrão de comportamento de escolha. O objetivo desta pesquisa é comparar o desempenho de ratos Sprague-Dawley com história de restrição alimentar e ratos controle (com comida ad libitum), em uma tarefa de escolha, em que as alternativas irão variar em relação à quantidade de reforço e o tempo de espera para ter acesso à comida. Serão utilizados 24 ratos albinos, de linhagem Sprague-Dawley, provenientes do Biotério Central da Universidade de Campinas (UNICAMP), divididos em dois grupos. O grupo controle (C) receberá uma dieta ad lib., enquanto o grupo definido como restrição (R) terá sua dieta restrita a 85% da ração ingerida pelo grupo controle. Aos 70 dias de idade, os animais irão passar por uma subdivisão, sendo que no grupo C metade dos animais formará o grupo Controle-Restrição (CR - que passará a receber 85% da dieta ingerida anteriormente), e a outra metade os Controle-Controle (CC - para o qual se manterá 100% da dieta). No grupo R, metade dos animais formarão o grupo Restrição-Controle (RC - que passará a receber 100% da dieta) e a outra metade, o grupo Restrição-Restrição (RR - que manterá o recebimento de 85% da dieta). O procedimento será composto por três etapas. Na etapa 1, será realizada uma sessão com 10 tentativas, em que será permitido que o animal explore um labirinto em U. Na etapa 2, serão realizadas 10 sessões de 20 tentativas de escolha forçada, sendo 10 no braço esquerdo do labirinto, onde serão disponibilizadas 6 pelotas de ração com atraso de 4 s, e 10 tentativas no braço direito, em que o animal terá acesso direto ao comedouro, onde serão disponibilizadas 3 pelotas de ração. Na etapa 3, serão conduzidas 45 sessões com 40 tentativas livres cada, em que será verificado o padrão de escolha dos animais dos diferentes grupos, em função da disponibilidade de alimento e do atraso nas duas alternativas, e também em função da um tempo inicial de espera (tempo T), antes de liberação dos sujeitos para as alternativas. Será feita a comparação dos dados de escolha obtidos com os animais dos diferentes grupos em relação às variáveis grupo, sexo e o tempo T. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FERNANDES, Sara Tamiris Cirilo. Comportamento de escolha em ratos Sprague Dawley (Rattus norvegicus) sob restrição alimentar. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.