Busca avançada
Ano de início
Entree

METROPOLE: uma estrutura integrada para analisar tomada de decisão local e capacidade adaptativa para mudança ambiental de grande escala: estudos de caso de comunidades no Brasil, Reino Unido, e Estados Unidos da América

Processo: 14/21048-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Convênio/Acordo: Belmont Forum
Pesquisador responsável:Jose Antonio Marengo Orsini
Beneficiário:Adan Juliano de Paula Silva
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/51876-0 - Uma estrutura integrada para analisar tomada de decisão local e capacidade adaptativa para mudança ambiental de grande escala: estudos de caso de comunidades no Brasil, Reino Unido e Estados Unidos, AP.TEM
Assunto(s):Mudança climática   Previsão climatológica   Regionalização   Brasil   Reino Unido   Estados Unidos

Resumo

A baixa resolução dos modelos climáticos globais não é adequada para avaliar as mudanças climáticas em escala local. O objetivo deste trabalho é realizar a regionalização de um modelo global para maior resolução horizontal para a avaliação da mudança climática nos três locais de estudo de caso. Clima presente e projeções futuras derivadas de dois modelos globais irá forçar o modelo climático regional com maior resolução, com dois níveis de redução de escala para chegar a uma resolução de 10 km. A razão para a adoção de simulações de mudanças climáticas a partir de dois modelos globais é fornecer alguma estimativa da incerteza destas simulações. As integrações de vários séculos pelos modelos globais estão disponíveis a partir do projeto CMIP5. As informações desta regionalização dinâmica devem ser fornecidas aos parceiros no Brasil, Reino Unido e EUA para alimentar as ferramentas de avaliação de risco. A proposta de bolsa TT (Treinamento Técnico) de nível 4 fornecerá recursos humanos cruciais para configuração e execução do modelo de mesoescala Eta nas três regiões dos diferentes continentes. Para atingir os objetivos da proposta METROPOLE solicitamos duas TT4 bolsas, por 24 meses, totalmente dedicadas ao projeto. Ambas as bolsas devem ser implementadas nos anos 1 e 2, a fim de cumprir o cronograma do projeto. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Elevação do nível dos oceanos exige políticas de longo prazo 
Impactos da elevação das marés em Santos já são visíveis