Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito de antimicrobiano em células planctônicas e biofilme de Klebsiella pneumoniae

Processo: 14/24708-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:André Pitondo da Silva
Beneficiário:Maria Julia Alves Batista
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/22581-5 - Estudo dos mecanismos de patogenicidade e correlação com resistência a antimicrobianos de Klebsiella pneumoniae isoladas no Brasil e em países dos cinco continentes, AP.JP
Assunto(s):Anti-infecciosos   Klebsiella pneumoniae   Biofilmes

Resumo

Bactérias organizadas em biofilme podem apresentar um comportamento diferente daquele observado para os mesmos microrganismos quando estes se encontram na forma livre (planctônicos), favorecendo a colonização e sobrevivência bacteriana no organismo hospedeiro. Essa seria uma das razões pelas quais muitos antimicrobianos avaliados em células planctônicas mostram-se ineficazes em estudos clínicos in vivo. As infecções causadas por esse patógeno podem levar a uma série de complicações clínicas, incluindo infecções do trato urinário, pneumonia, septicemia e, em muitos casos, morte dos pacientes. Neste estudo, será avaliado o efeito de um antimicrobiano em biofilme de Klebsiella pneumoniae. Após o período experimental para crescimento de cada biofilme, os mesmos serão coletados e homogeneizados por sonicação. A viabilidade bacteriana será monitorada por contagem de bactérias em Agar Müller Hinton e tanto os polissacarídeos quanto as proteínas extracelulares serão extraídos do biofilme e quantificados. Os testes serão documentados por microscopias eletrônicas confocal e de varredura. Para comparação entre os grupos, inicialmente, serão analisadas a homogeneidade e variabilidade dos resultados. Sendo normal a distribuição dos valores, será aplicado o teste estatístico ANOVA seguido de teste post-hoc para comparação entre grupos. Caso a distribuição não seja normal, será feita a comparação usando o teste de Kruskal-Wallis. O nível de significância aceito será de 5%. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.