Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização in vitro das diferenças funcionais e moleculares entre os subgrupos de meduloblastoma

Processo: 14/19976-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 10 de abril de 2015
Vigência (Término): 09 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Luiz Gonzaga Tone
Beneficiário:Gustavo Alencastro Veiga Cruzeiro
Supervisor no Exterior: Martin Baumgartner
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Zurich (UZH), Suíça  
Vinculado à bolsa:13/12006-3 - Investigação de novos alvos terapêuticos baseado na classificação dos subgrupos moleculares do meduloblastoma, BP.DR
Assunto(s):Metástase

Resumo

A disseminação do Meduloblastoma ( MB) se origina a partir da metástase presente na camada leptomeningial, que é um fator de prognóstico bastante desfavorável deste tumor pediátrico maligno. Os mecanismos moleculares que intermediam a disseminação celular do MB é desconhecida e não há na literatura terapias alvo que possam bloquear este evento complicador. Como vários tumores, o MB é complexo e consiste em entidades constituidas por características por assinaturas genéticas e moleculares. O atual consenso entre os pesquisadores classifica o MB como 4 distintos subgrupos moleculares: Wnt, Shh, Grupo 3 e Grupo 4). No entanto, com relação a estas variantes moleculares, pouco foi elucidado sobre as diferenças funcionais à nivel mecanístico que determina a biologia e a sensibilidade aos quimioterápicos e inibidores. A elucidação dos mecanismos moleculares que constitui a base destas diferenças funcionais e subgrupo-específicas poderiam acelerar a identificação de potenciais alvos para finalmente oferecer aos pacientes uma terapia mais eficientePara identificar mecanismos compartilhados e subgrupo específicos que ocasionam a disseminação do MB, nos propusemos caracterizar aspectos morfológicos e moleculares de células de MB disseminadoras derivadas de tumores provenientes dos distintos subgrupos. Será utilizado material de pacientes e de linhagens celulares derivadas do mesmo pertencentes ao laboratório de estágio. Utilizando PCR e western blotting, será determinado o perfil de expressão de uma seleção de potenciais direcionadores oncogênicos em amostra de paciente e linhagens. Em seguida, será comparado a expressão destes com as disponíveis nos bancos de dados do consórcio mundial de MB pelo qual o laboratório participa. Será utilizada cultura esferoidal 3D para determinar o crescimento celular e comportamento disseminador das linhagens celulares do laboratório previamente classificadas de acordos com os subgrupos moleculares. Será avaliada também a sensibilidade subgrupo específica a fatores de crescimento e inibidores de quinase com relação ao crescimento e disseminação celular. Como resultado proveniente deste projeto, espera-se um melhor compreendimento das vias moleculares gerais e subgrupo específicas que estejam contribuindo para a patogenese do MB. Além disso, este projeto poderá oferecer um melhor compreendimento da expressão e função destas moleculas e sua importância para terapia alvo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VEIGA CRUZEIRO, GUSTAVO ALENCASTRO; SALOMAO, KARINA BEZERRA; OLIVEIRA DE BIAGI, JR., CARLOS ALBERTO; BAUMGARTNER, MARTIN; STURM, DOMINIK; PEIXOTO LIRA, REGIA CAROLINE; MAGALHAES, TACIANI DE ALMEIDA; MILAN, MIRELLA BARONI; SILVEIRA, VANESSA DA SILVA; SAGGIORO, FABIANO PINTO; DE OLIVEIRA, RICARDO SANTOS; DOS SANTOS KLINGER, PAULO HENRIQUE; SEIDINGER, ANA LUIZA; YUNES, JOSE ANDRES; DE PAULA QUEIROZ, ROSANE GOMES; OBA-SHINJO, SUELI MIEKO; SCRIDELI, CARLOS ALBERTO; KAZUE NAGAHASHI, SUELY MARIE; TONE, LUIZ GONZAGA; VALERA, ELVIS TERCI. A simplified approach using Taqman low-density array for medulloblastoma subgrouping. ACTA NEUROPATHOLOGICA COMMUNICATIONS, v. 7, MAR 4 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.