Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo químico e biológico de bactérias simbiontes isoladas de Atta sexdens rubropilosa

Processo: 14/24330-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Mônica Tallarico Pupo
Beneficiário:Eduardo Afonso da Silva Junior
Supervisor no Exterior: Jon Clardy
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Boston, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/24204-1 - Produtos naturais envolvidos em interações químicas e biológicas dos micro-organismos associados aos ninhos da formiga cortadeira Atta Sexdens rubropilosa, BP.DR
Assunto(s):Química de produtos naturais

Resumo

Formigas cortadeiras são conhecidas por coletar e fornecer material vegetal para fungos que elas cultivam como alimento em jardins subterrâneos. Essas formigas se associaram a bactérias que produzem antibióticos para proteger suas colônias contra o ataque de micro-organismos invasores. As substâncias produzidas por essas bactérias foram selecionadas pelas formigas durante milhares de anos de evolução e podem ser úteis no planejamento de novos fármacos. As formigas cortadeiras Atta sexdens rubropilosa estão associadas a bactérias do gênero Burkholderia sp. que produzem antibióticos ainda não identificados. Cepas de Serratia marcescens que produzem pirazinas semelhantes aos feromônios de trilha de A. sexdens também foram isoladas dos corpos das formigas. Essa interação pode ser um novo tipo simbiose, em que as bactérias produzem substâncias envolvidas nas comunicações químicas entre essas formigas. Diante disso, os principais objetivos do estágio sanduíche sob orientação do professor Jon Clardy na Harvard Medical School serão: isolar substâncias com atividades antibióticas e estudar as rotas biossintéticas envolvidas na produção das pirazinas na tentativa de elucidar a biossíntese dos feromônios de trilha. Para isso, as substâncias produzidas por Burkholderia sp. serão isoladas e submetidas a ensaios biológicos disponíveis na Harvard Medical School. O genoma da bactéria S. marcescens 3FLB2 será sequenciado para determinar as rotas biossintéticas envolvidas na biossíntese das pirazinas. O estágio na Harvard Medical School está de acordo com o projeto de doutorado do candidato. Além disso, será importante para que o doutorando aprofunde os resultados obtidos no Brasil e para aprender novas metodologias de pesquisa envolvendo química, biologia molecular e microbiologia. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA-JUNIOR, EDUARDO A.; RUZZINI, ANTONIO C.; PALUDO, CAMILA R.; NASCIMENTO, FABIO S.; CURRIE, CAMERON R.; CLARDY, JON; PUPO, MONICA T. Pyrazines from bacteria and ants: convergent chemistry within an ecological niche. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, FEB 7 2018. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.