Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização morfológica e geológicas de bacias hidrográficas: contribuição para estudos de escorregamentos no município de Caraguatatuba

Processo: 14/20361-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Bianca Carvalho Vieira
Beneficiário:Helen Cristina Dias
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Morfologia fluvial   Morfometria   Geomorfologia   Deslizamento de terra   Caraguatatuba (SP)

Resumo

Os movimentos de massa fazem parte, juntamente com os terremotos e inundações, dos desastres naturais que mais trazem danos à humanidade. O número de vítimas está diretamente relacionado ao preparo que a cidade ou país possui para eventos deste porte. O objetivo geral desta pesquisa é a caracterização morfológica de duas bacias hidrográficas do município de Caraguatatuba (SP) como subsidio para o entendimento dos processos de escorregamentos na região. O município foi escolhido por conta de seu histórico de ocorrência de escorregamentos, sendo o evento mais marcante em 1967. Tal evento foi deflagrado, entre outros fatores, pelo alto índice de chuva naquela região em um curto período de tempo, deixando a cidade isolada, sem comunicação e energia elétrica, e milhares de pessoas afetadas, tendo suas residências destruídas, além de perdas para economia local e infraestruturas. 2Para alcançar o objetivo desta pesquisa, foram selecionadas duas bacias hidrográficas uma vez que alguns parâmetros morfológicos são importantes na deflagração dos escorregamentos nesta escala de análise (ex. área de contribuição). Para avaliação da influência dos parâmetros morfológicos na distribuição dos escorregamentos, foram previamente selecionadas uma bacia mais afetada pelos escorregamentos e uma bacia menos afetada, considerando nestes critérios o volume de cicatrizes de escorregamentos. Para confecção dos mapas morfológicos, Curvatura, hipsometria, ângulo de encostas, área de contribuição e aspecto, será utilizado o Modelo Digital de Elevação (Escala 1:10.000). Para avaliação da influência dos parâmetros morfológicos na distribuição dos escorregamentos, serão utilizados mapas de cicatrizes de escorregamentos de 1967. Os principais produtos gerados por este projeto serão mapas de suscetibilidade a escorregamentos, em escala de bacias hidrográficas, baseados na avaliação entre os parâmetros morfológicos/geológicos e estes processos. (AU)