Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da defaunação na estrutura genética espacial de uma espécie de árvore da Floresta Atlântica

Processo: 14/20621-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Laurence Marianne Vincianne Culot
Beneficiário:Thabata Rodrigues de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Assunto(s):Dispersão de sementes

Resumo

Atividades antrópicas como a caça de subsistência e o desmatamento tem causado redução ou mesmo extinção local de agentes dispersores na Mata Atlântica. Os principais afetados por esses eventos são animais de médio e grande porte, em geral herbívoros e dispersores, ou predadores de sementes como, primatas, ungulados ou aves grandes. A extinção local dessa fauna cria as chamadas "florestas vazias", com uma vegetação aparentemente intacta, mas com interações planta-animal alteradas. Portanto, efeitos sobre a estrutura demográfica e genética das plantas são esperados, especialmente para espécies com sementes grandes que necessitam de grandes dispersores. Neste projeto, pretendemos avaliar os efeitos da defaunação sobre a estrutura genética espacial de uma espécie de árvore com sementes grandes, Cryptocarya mandioccana. Para isso, vamos 1) validar 10 locos microssatélites espécie-específicos, testando-lhes em 40 indivíduos de duas populações para otimizar as condições de amplificação e determinar o polimorfismo existente e 2) comparara estrutura genética espacial dasplântulas desta espécie entre uma área defaunada (Parque Estadual Carlos Botelho - Sede Sete Barras) e uma área faunada (Parque Estadual Carlos Botelho - Sede São Miguel) através do uso desses marcadores. Comparando a estrutura genética espacial nessas duas áreas avaliaremos o efeito da defaunação sobre essa população.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.