Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do gênero na transportabilidade mucociliar nasal de tabagistas

Processo: 14/11970-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Ercy Mara Cipulo Ramos
Beneficiário:Juliana Souza Uzeloto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/13353-4 - Diretrizes de prática clínica para direcionamento da fisioterapia nas doenças respiratórias crônicas: uma avaliação crítica, BE.EP.MS
Assunto(s):Pneumologia   Tabagismo   Hábito de fumar   Relações de gênero   Depuração mucociliar

Resumo

Introdução: O principal mecanismo de defesa do sistema respiratório é o transporte mucociliar, que tem a função de eliminar partículas nocivas. Sabe-se que fatores internos e externos alteram essa transportabilidade, dentre esses está o tabagismo que é conhecido por afeta-lo negativamente. Ao observar a influência do gênero, mulheres não tabagistas apresentam um melhor transporte mucociliar quando comparadas aos homens, contudo há evidências que quando tabagistas, as mulheres apresentam maior susceptibilidade para diversas doenças, em relação ao sexo oposto. Porém não há estudos que mostrem se há diferença no comportamento do transporte mucociliar nasal entre fumantes homens e mulheres. Objetivo: Avaliar a influência do gênero na transportabilidade mucociliar nasal de tabagistas, assim como correlacionar o tempo de trânsito de sacarina pela carga tabágica destes indivíduos. Métodos: Para isso serão avaliados um total de 132 indivíduos sendo 66 tabagistas e 66 não tabagistas. O protocolo será realizado em dois dias para ambos os grupos, sendo que no primeiro dia será realizada avaliação inicial e espirometria, para avaliar a função pulmonar. No segundo dia será realizado o teste do tempo de trânsito de sacarina. Análise estatística: Para análise dos dados será utilizado o programa estatístico Graphpad Prism®. A normalidade na distribuição dos dados será avaliada por meio do teste de Kolmogorov-Smirnov, e a descrição dos resultados será como média ± desvio padrão, com exceção de variáveis com distribuição não normal, que serão descritas como mediana (intervalo interquartílico 25-75). Para a comparação entre os grupos será utilizado o teste t não pareado para os dados normais ou teste de Mann-Withney para os dados não normais. O nível de significância utilizado será de p<0.05. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JULIANA SOUZA UZELOTO; DIONEI RAMOS; ANA PAULA C.F. FREIRE; DIEGO G.D. CHRISTOFARO; ERCY MARA C. RAMOS. Nasal mucociliary transportability of male and female smokers. Brazilian Journal of Otorhinolaryngology, v. 84, n. 3, p. -, Jun. 2018.
UZELOTO, JULIANA SOUZA; RAMOS, DIONEI; FREIRE, ANA PAULA C. F.; CHRISTOFARO, DIEGO G. D.; RAMOS, ERCY MARA C. Nasal mucociliary transportability of male and female smokers. Brazilian Journal of Otorhinolaryngology, v. 84, n. 3, p. 311-317, MAY-JUN 2018. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
UZELOTO, Juliana Souza. Avaliação da transportabilidade mucociliar nasal de homens e mulheres tabagistas e qualidade de diretrizes de prática clínica para doenças respiratórias crônicas. 2016. 90 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.