Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento auditivo em indivíduos adultos submetidos à quimioterapia com carboplatina

Processo: 14/17737-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Daniela Gil
Beneficiário:Priscila Ivanchuk Damian
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Qualidade de vida   Perda auditiva   Adultos   Carboplatina   Ototoxicidade   Audiometria de alta frequência

Resumo

A audição é um dos sentidos humanos que contribuem para a qualidade de vida do indivíduo. É também, por meio dela, que a comunicação oral, a forma de comunicação mais comum, se desenvolve e se estabelece. As frequências da fala encontram-se no espectro de 300 Hz a 4.000 Hz, portanto, é importante que o indivíduo tenha audição normal dentro desse espectro para que não haja prejuízo de sua comunicação oral. Várias são as etiologias da perda auditiva, dentre elas está a ototoxicidade. A ototoxicidade é resultante do uso de medicamentos ototóxicos, tais como antibióticos, diuréticos de alça e antineoplásicos. A perda auditiva resultante da ototoxicidade de antineoplásicos é de caráter irreversível. Por acometer inicialmente a base da cóclea resulta primariamente em perda auditiva nas altas frequências. Há poucos estudos de monitoramento auditivo em adultos o que justifica o presente estudo, cujo objetivo é monitorar a audição de pacientes adultos submetidos à quimioterapia com carboplatina por meio de exames audiológicos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)