Busca avançada
Ano de início
Entree

Complicações cardiovasculares em pacientes submetidos a cirurgias para doenças músculo-esqueléticas.

Processo: 14/18371-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Lais Helena Navarro e Lima
Beneficiário:André Moreira Fogaça de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Anestesiologia   Doenças musculoesqueléticas   Cirurgia ortopédica   Complicações pós-operatórias

Resumo

Introdução: A cirurgia para doenças músculo-esqueléticas é um dos grupos de procedimentos cirúrgicos que mais cresce em todo o mundo. Pacientes submetidos a estes procedimentos cirúrgicos estão em alto risco de complicações cardiovasculares perioperatórias e pós-operatórias. Atualmente, no entanto, não temos dados sólidos sobre os desfechos cardiovasculares de pacientes submetidos aos procedimentos cirúrgicos músculo-esqueléticos realizados mais frequentemente. Objetivos: Os objetivos do projeto são descrever e analisar os eventos adversos associados com procedimentos cirúrgicos músculo-esqueléticos, com particular atenção para os desfechos cardiovasculares e causas específicas de mortalidade. Temos também como objetivo avaliar os cuidados de saúde associados e subsequentes dessas cirurgias, em relação ao tempo de internação, custos, re-admissão, transferência para lares de idosos, e encaminhamento para atendimento especializado. Métodos: A fim de abordar os objetivos acima, propomos um estudo de associação de dados, integrando dados do questionário 45 and Up Study e analisando dados de internação oriundos do Data Collection and to deaths from the NSW Register of Births Deaths and Marriages at The George Institute for Global Health (Austrália), e de um conjunto de dados do questionário adaptado, com base no 45 and Up Study e, a partir do prontuário eletrônico no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (Brasil) de pacientes admitidos no hospital para os procedimentos cirúrgicos realizados em pacientes com fratura de quadril, joelho e cirurgia da coluna vertebral. Avaliação da necessidade de cuidados de saúde associadas ao procedimento cirúrgico principal devem incluir tempo de internação, custo do tratamento, re-internação, uso de serviços especializados tais como: a reabilitação da internação, encaminhamento para reabilitação ambulatorial e internação em casas de repouso. As complicações cardiovasculares incluem ressuscitação cardiopulmonar, códigos de diagnóstico para parada cardiorrespiratória, infarto agudo do miocárdio, insuficiência cardíaca, insuficiência respiratória, complicações tromboembólicas e derrame. O desenvolvimento da doença cardiovascular (DCV) em até 2 anos após o procedimento também será analisado como o risco de DCV em longo prazo. Métodos estatísticos: os dados referenciados serão analisados utilizando o modelo de Cox para riscos proporcionais de modelagem dos resultados individuais relacionados a complicações cardiovasculares. Comparações entre procedimentos serão realizadas por meio de testes t. Probabilidade de re-operação também será analisada como o percentual de pacientes com cirurgia de repetição por ano de acompanhamento pós-operatório. Os modelos de regressão de Cox uni-variada e multivariada serão utilizados para quantificar o risco de complicações cirúrgicas e assistência à saúde.