Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação entre o perfil bioquímico do soro sanguíneo e do soro lácteo, com ênfase em proteínas de fase aguda e Imunoglobulina G, em cabras infectadas com Staphylococcus aureus e Streptococcus agalactiae por via intramamária

Processo: 14/22833-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:José Jurandir Fagliari
Beneficiário:Kalina Maria de Medeiros Gomes Simplício
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Caprinos   Biomarcadores   Mastite animal

Resumo

O objetivo do estudo é determinar e correlacionar o perfil bioquímico do soro sanguíneo e do soro lácteo, em especial das concentrações de proteínas de fase aguda e imunoglobulina G (IgG), de cabras com mastite experimental induzida por Staphylococcus aureus (Grupo I) e Streptococcus agalactiae (Grupo II), a fim de verificar a importância destas variáveis como indicadores precoces da infecção mamária nesta espécie e sua correspondência com a gravidade dos sinais clínicos. O Grupo I será composto de cinco cabras da raça Saanen inoculadas, por via intramamária, com S. aureus, e o GII constará de cinco cabras da raça Alpina Francesa inoculadas com S. agalactiae. O momento experimental imediatamente anterior à inoculação será denominado M0 e os seguintes identificados como M1, M2, M3, M4, M5, M6 e M7, nos quais, a partir de M0, serão realizadas colheitas diárias de sangue e de leite. Em todos os momentos serão realizados exame clínico sistêmico e exame físico da glândula mamária. Nas amostras de soro sanguíneo e de soro lácteo serão mensuradas as atividades séricas das enzimas aspartato aminotransferase (AST), fosfatase alcalina (ALP), gamaglutamiltransferase (GGT), bem como as concentrações de proteína total, albumina, cálcio total, fósforo, magnésio e ferro, utilizando-se kits comerciais. O fracionamento proteico destas amostras será obtido por meio da técnica de eletroforese bidimensional em gel de poliacrilamida contendo dodecil sulfato de sódio (SDS-PAGE). Os primeiros jatos de leite serão diariamente analisados por meio do teste da caneca de fundo escuro; em seguida será realizado o California Mastitis Test (CMT) e a obtenção de amostras para exames microbiológicos. Os resultados obtidos em todos os procedimentos serão anotados em fichas clínicas individuais. Os dados serão avaliados por meio de análise de variância, sendo as comparações aos pares feitas com o momento zero (M0) utilizando-se o teste de Dunnett (P<0,05). As relações entre as variáveis do soro sanguíneo e soro lácteo, dentro de cada grupo, serão avaliadas pela correlação de Pearson ou de Spearman, a depender das pressuposições de normalidade. Quanto aos dados dos exames físicos da glândula mamária e secreção láctea, a avaliação será disposta de forma descritiva. (AU)