Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise transcriptômica e radiômica de câncer de mama em modelo animal após tratamento com melatonina

Processo: 14/13815-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Beneficiário:Bruna Victorasso Jardim-Perassi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/18541-3 - Análise radiômica em modelo animal de câncer de mama após o tratamento com melatonina, BE.EP.PD
Assunto(s):Transcriptoma   Melatonina   Neoplasias mamárias

Resumo

O câncer de mama representa a neoplasia mais comum nas mulheres sendo classificado como o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo. A melatonina é um hormônio naturalmente produzido pela glândula pineal e atualmente tem sido associada ao câncer. Estudos sugerem seu uso terapêutico em diferentes tipos de câncer, mas ainda é necessária uma melhor compreensão de seus mecanismos de ação e efeitos oncostáticos. Nesse contexto, a presente proposta faz parte de um Projeto Temático submetido à FAPESP, e tem como objetivo avaliar a ação da melatonina por análises transcriptômica e radiômica, com ênfase na heterogeneidade intratumoral, visando o entendimento da efetividade da melatonina no tratamento do câncer de mama em modelo experimental. Camundongos nude atímicos receberão o implante de células de linhagem tumoral mamária MDA-MB-231 e serão tratados com melatonina ou apenas seu veículo. Ao final do tratamento, a análise do transcriptoma será realizada no tecido tumoral por RNA-Seq (tecnologia de Sequenciamento de Nova Geração) e serão validadas as alterações mais pronunciadas, preferencialmente aquelas envolvidas nas vias de angiogênese e nas alterações do metabolismo energético celular (hipóxia e acidose), pois estes estão diretamente ligados à caracterização da heterogeneidade intratumoral, objetivo principal desse estudo. Além disso, será realizada a radiômica, com análise quantitativa de imagens de ressonância magnética, e posterior comparação com características biológicas do tumor, visando a verificação do grau de heterogeneidade intratumoral e a influência da melatonina nesse processo. Os resultados poderão elucidar inúmeros mecanismos e vias de ação da melatonina, fortalecendo sua utilização como agente terapêutico no câncer de mama. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.