Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do valor prognóstico de transportadores de monocarboxilatos (MCT) em pacientes com câncer de mama

Processo: 14/17706-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Beatriz da Costa Aguiar Alves Reis
Beneficiário:Matheus Moreira Perez
Instituição-sede: Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Organização Social de Saúde. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Metástase   Neoplasias mamárias   Prognóstico   Marcador molecular

Resumo

As neoplasias da mama são a principal causa de mortalidade por câncer entre mulheres e estas pacientes vivem sob o risco do desenvolvimento de metástases. A natureza heterogênea destas metástases faz com que seja difícil não apenas a definição da cura, como também dos fatores de risco para seu desenvolvimento. Atualmente, alguns marcadores de prognóstico já auxiliam a prática clínica, sendo que os mais utilizados são os receptores hormonais (ER e PR), Her2, o antígeno Ki-67 e Antígenos Carboidrato 15-3 e Carcinoembriônico (CA 15-3 e CEA). É conhecido de que células tumorais são extremamente glicolíticas, produzem lactato em excesso e prosperam em condições hipóxicas, tendo como consequência de seu metabolismo a acidose, uma diminuição do pH extracelular. Um dos mecanismos mais importantes envolvidos na regulação do pH intracelular é o transporte simultâneo de lactato e prótons, mediado por uma família de proteínas de membrana conhecida por transportadores de monocarboxilatos, MCT. Atualmente, na lista de alvos metabólicos para terapias anticâncer encontram-se o MCT1 e MCT4, membros da família MCT regulados por CD147. Este projeto tem como objetivo o estudo da expressão de MCT1, MCT4 e CD147 por qPCR em amostras de tumor e na fração mononuclear do sangue periférico de pacientes com câncer de mama ao longo de seu tratamento para verificar seu potencial valor prognóstico.