Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do valor prognóstico de transportadores de monocarboxilatos (MCT) em pacientes com câncer de mama

Processo: 14/17706-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Beatriz da Costa Aguiar Alves Reis
Beneficiário:Matheus Moreira Perez
Instituição-sede: Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Organização Social de Saúde. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Metástase   Neoplasias mamárias   Prognóstico   Marcador molecular

Resumo

As neoplasias da mama são a principal causa de mortalidade por câncer entre mulheres e estas pacientes vivem sob o risco do desenvolvimento de metástases. A natureza heterogênea destas metástases faz com que seja difícil não apenas a definição da cura, como também dos fatores de risco para seu desenvolvimento. Atualmente, alguns marcadores de prognóstico já auxiliam a prática clínica, sendo que os mais utilizados são os receptores hormonais (ER e PR), Her2, o antígeno Ki-67 e Antígenos Carboidrato 15-3 e Carcinoembriônico (CA 15-3 e CEA). É conhecido de que células tumorais são extremamente glicolíticas, produzem lactato em excesso e prosperam em condições hipóxicas, tendo como consequência de seu metabolismo a acidose, uma diminuição do pH extracelular. Um dos mecanismos mais importantes envolvidos na regulação do pH intracelular é o transporte simultâneo de lactato e prótons, mediado por uma família de proteínas de membrana conhecida por transportadores de monocarboxilatos, MCT. Atualmente, na lista de alvos metabólicos para terapias anticâncer encontram-se o MCT1 e MCT4, membros da família MCT regulados por CD147. Este projeto tem como objetivo o estudo da expressão de MCT1, MCT4 e CD147 por qPCR em amostras de tumor e na fração mononuclear do sangue periférico de pacientes com câncer de mama ao longo de seu tratamento para verificar seu potencial valor prognóstico.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.