Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da relação bidirecional entre sono e função renal

Processo: 14/16354-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Monica Levy Andersen
Beneficiário:Stefanie Pires Arães
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Insuficiência renal crônica   Função renal   Sono

Resumo

Sabe-se que as queixas de sono são frequentes na população e afetam o bem estar, a produtividade e a capacidade física e mental dos indivíduos. Somado a isso, recentemente, tem-se observado uma redução no tempo de sono das pessoas devido à maior pressão socioeconômica e ao ritmo 24/7 dos centros urbanos. Ocorre, todavia, que tanto os distúrbios de sono quanto a restrição de sono constituem fatores de risco para o desenvolvimento e progressão de diversas doenças. Dentre elas, destaca-se a doença renal crônica (DRC), a qual se caracteriza pela perda progressiva e irreversível da função renal. Os pacientes com DRC frequentemente apresentam distúrbios de sono, os quais parecem ocorrer precocemente ao desenvolvimento da doença, como possível fator de risco. Nesse sentido, o objetivo do presente projeto será avaliar se existe uma relação bidirecional entre a quantidade e qualidade de sono e a função renal. Para tanto, voluntários do estudo epidemiológico EPISONO serão distribuídos em grupos controle (CTRL), função renal reduzida (FRR) e com DRC. Serão utilizados dados de questionários de sono e socioeconômico, medidas físicas gerais, polissonografia e dosagens bioquímicas. A função renal será medida por meio da taxa de filtração glomerular e clearance de creatinina. A microestrutura do sono será avaliada por análise espectral. Espera-se com este estudo esclarecer o papel do sono na função renal dos indivíduos bem como caracterizar o padrão de sono de indivíduos com DRC.