Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos cardiovasculares do fumo do cigarro comparado a nicotina transdérmica

Processo: 14/20788-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 24 de novembro de 2014
Vigência (Término): 07 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Márcio Gonçalves de Sousa
Beneficiário:Márcio Gonçalves de Sousa
Anfitrião: Neal Benowitz
Instituição-sede: Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC). Fundação Adib Jatene (FAJ). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, San Francisco (UCSF), Estados Unidos  
Assunto(s):Cardiologia   Hábito de fumar   Causas de morte   Nicotina

Resumo

O tabagismo é uma das mais importantes causas de morte prematura e de incapacidade no mundo. Apesar dos esforços intensivos por profissionais de saúde e da comunidade de saúde pública, 15% dos brasileiros continuam a fumar, e essas taxas são ainda maiores em outras partes do mundo. A melhor maneira de reduzir os efeitos nocivos do tabagismo é claro, deixar de fumar. No entanto, para muitos fumantes que não conseguem parar de fumar, tem havido muita discussão recente na comunidade médica sobre maneiras de reduzir os efeitos nocivos do tabagismo (redução de danos). Três estratégias principais têm sido propostas para reduzir os danos causados pelo uso do tabaco. 1. Modificar o tabaco, de modo a reduzir as substâncias tóxicas. 2. Desenvolver produtos semelhantes a cigarros que expõem os indivíduos a menos produtos de combustão do que os cigarros (Ex. cigarros eletrônicos). 3. Utilização de produtos farmacêuticos, tais como medicações de nicotina, para suprimir o consumo de cigarros e, assim, reduzir a exposição aos produtos de combustão e outras substâncias tóxicas do tabaco. Uma das questões-chave na avaliação de produtos com diferentes níveis de nicotina ou o uso de nicotina para reprimir o consumo de cigarros, é a segurança da nicotina per se. Preocupações sobre a segurança da nicotina têm sido relacionadas principalmente a doenças cardiovasculares e problemas reprodutivos. O foco desta proposta é a segurança cardiovascular da nicotina. Os mecanismos pelos quais o tabagismo causa a doença cardiovascular não foram totalmente estabelecidos, mas muitos mecanismos potenciais foram identificados. Estes incluem trombose, hipoxemia relativa, disfunção endotelial, aumento da angiogênese, anormalidades lipídicas, estresse hemodinâmico, vasoconstrição coronária, pró-inflamação, aumento de adesão dos neutrófilos e monócitos a células endoteliais, hiper-homocisteinemia, resistência à insulina, e na indução de arritmogênese (através da liberação de catecolaminas). O objetivo deste estudo é comparar os efeitos do cigarro com adesivos de nicotina transdérmica em duas doses e placebo, sobre potenciais biomarcadores de doenças cardiovasculares. Estes biomarcadores irão incluir efeitos hemodinâmicos, efeitos pró-coagulantes, função endotelial, inflamação, sensibilidade à insulina e os efeitos lipídicos. (AU)