Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre a expressão de p63 e do receptor de andrógeno na próstata ventral de ratos e em células RWPE-1

Processo: 14/22225-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Hernandes Faustino de Carvalho
Beneficiário:Júlio César de Oliveira Santana
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/16150-6 - Regulação androgênica, sinalização e interações celulares no desenvolvimento, fisiologia e regressão prostática, AP.TEM
Assunto(s):Metaloproteinase 9 da matriz

Resumo

As células RWPE-1 apresentam duas populações distintas, uma que expressa p63 e outra que expressa o receptor de andrógenos (AR). Este padrão apresenta paralelo com a indução prostática a partir do epitélio do seio urogenital, quando células que expressam p63 respondem a andromedinas e dão origem aos brotos prostáticos. Nesta seqüência, parte das células continuam a expressar a p63 e se tornam células basais, enquanto parte deixa de expressar p63 passam a expressar o AR, dando origem a células laminais secretoras. Em nossos experimentos, temos sido capazes de induzir a diferenciação de células p63+ em células AR+ (ou selecionar estas últimas) por tratamento com matriz extracelular rica em laminina ou mesmo com peptideos derivados de laminina. Nesta proposta, queremos entender como ocorre a transição entre estes fenótipos, qual a relação inibitória recíproca entre p63 e o AR, e como a matriz extracelular interfere neste processo. Aspectos desta relação recíproca serão investigados no desenvolvimento da próstata ventral de roedores. Para isto, serão empregadas técnicas de cultivo celular, RNA-seq e CHIP-seq.