Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das propriedades anti-inflamatórias locais das células-tronco mesenquimais: tratamento de lesões do pé e casco de equinos

Processo: 14/20550-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 16 de março de 2015
Vigência (Término): 15 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Rogério Martins Amorim
Beneficiário:Danielle Jaqueta Barberini
Supervisor no Exterior: Dori L. Borjesson
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Davis (UC Davis), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:13/26931-0 - Avaliação do transplante intratecal de células tronco mesenquimais alogênicas em equinos sadios e portadores de sequelas neurológicas, BP.DR
Assunto(s):Células-tronco mesenquimais   Imunologia   Equinos   Interleucinas

Resumo

As células-tronco mesenquimais (CTMs) são uma ferramenta promissora para o tratamento de uma variedade de lesões e doenças devido à sua secreção de numerosas moléculas bioativas que levam à regeneração tecidual. O sistema nervoso central (SNC) tem uma capacidade limitada de regeneração. Sendo assim, as CTMs estão sendo avaliadas para terapia celular para diversas condições neurológicas degenerativas e inflamatórias crônicas. A Mieloencefalite Equina por Protozoário (EPM) e a Mielopatia Estenótica Vertebral Cervical (CVSM) são doenças neurológicas comuns em equinos onde a terapia convencional padrão frequentemente não resulta em recuperação funcional completa. Os objetivos deste projeto são compreender melhor a neurodiferenciação e função das CTMs no contexto do líquido cefalorraquidiano (LCR) normal e inflamado, e determinar se a administração intratecal de CTMs alogênicas é segura em cavalos saudáveis. Este projeto possui duas partes. Para a parte in vitro (parte 1), LCR de cavalos normais (n = 5) e de cavalos com EPM e CVSM (n = 5) serão utilizados. O LCR será avaliado para constituintes celulares e proteicos. Além disso, será avaliada a resposta à co-incubação de CTMs da medula óssea (MO) com LCR durante 5 dias, através da análise das CTMs para viabilidade, proliferação, capacidade imunomoduladora e liberação de fatores neurotróficos. Adicionalmente, será avaliado qual fonte mostra a melhor capacidade de neurodiferenciação in vitro (MO, n = 3; tecido adiposo (TA), n = 3 ou do cordão umbilical (CU), n = 3). Para a segunda parte do estudo, será avaliada a viabilidade e segurança do transplante intratecal alogênico de CTMs em cavalos saudáveis (n = 6). CTMs-MO alogênicas serão utilizadas para a inoculação. Os cavalos serão injetados via lombo-sacra (LS, n = 3) e atlanto-occipital (AO, n = 3) com 100x106 MSCs. Para um subconjunto destes cavalos, as CTMs serão radiomarcadas com tecnécio antes da injeção via LS (n = 1) e AO (n = 1). Cintigrafia será realizada nestes dois cavalos em 0, 1, 6, e 24 horas após a injeção. Amostras de sangue e LCR serão coletados antes e após a injeção de CTMs (dia 0 e dia 30). Exames clínicos neurológicos completos serão realizados duas vezes por semana por 30 dias após a administração das CTMs. Este estudo pode ajudar a compreender os mecanismos pelos quais as CTMs trabalham em doenças do SNC. Além disso, se a administração das CTMs for bem tolerada nos cavalos saudáveis, estes dados podem apresentar uma justificativa fundamental para a administração de CTMs em cavalos que se apresentam com sequelas neurológicas secundárias a EPM e CVSM mal-responsivas ao tratamento convencional. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBERINI, DANIELLE JAQUETA; ALEMAN, MONICA; ARISTIZABAL, FABIO; SPRIET, MATHIEU; CLARK, KAITLIN C.; WALKER, NAOMI J.; GALUPPO, LARRY D.; AMORIM, ROGERIO MARTINS; WOOLARD, KEVIN D.; BORJESSON, DORI L. Safety and tracking of intrathecal allogeneic mesenchymal stem cell transplantation in healthy and diseased horses. STEM CELL RESEARCH & THERAPY, v. 9, APR 10 2018. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.