Busca avançada
Ano de início
Entree

Guerra e paz: a práxis de securitização dos Estados Unidos no Pós-Guerra Fria

Processo: 14/14071-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Samuel Alves Soares
Beneficiário:Bárbara Vasconcellos de Carvalho Motta
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/18074-9 - A política externa de segurança norte-americana no pós-guerra fria: fatores internos e a construção das ideias, BE.EP.DR
Assunto(s):Estados Unidos   Práxis   Securitização   Segurança nacional   Relações internacionais

Resumo

Após a Guerra Fria, a inexistência de um inimigo preciso a ser combatido fez com que os Estados Unidos questionassem qual deveria ser o seu papel neste novo contexto. O estabelecimento para si do papel de líder desta nova ordem mundial somada à manutenção de uma lógica persecutória, enraizada ao longo da Guerra Fria e levada ao extremo após o 11 de setembro nos apontam para a percepção de que os Estados Unidos passam a lidar com os novos desafios (terrorismo, narcotráfico, armas de destruição em massa, entre outros) pela práxis da securitização e da excepcionalidade. Por meio da avaliação de casos específicos (Guerra do Golfo, Kosovo, Afeganistão, Iraque e Líbia) dos quatro governos do pós-Guerra Fria até o primeiro mandato do governo Obama, procurar-se-á, à luz da teoria de securitização, verificar em que medida há uma tendência desses governos, em suas atuações externas para questões de segurança, de traduzirem suas práticas políticas em uma preferência por tratar as questões internacionais pela via da securitização. Após os testes empíricos pretendidos, objetiva-se também abordar e tencionar as fragilidades e antinomias da teoria de securitização, avançando para uma crítica ao seu aporte teórico-conceitual. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MOTTA, BARBARA; SUCCI JUNIOR, DAVID P. Legitimation through Collectivization: Al Qaeda and US Discourses on the Use of Force. STUDIES IN CONFLICT & TERRORISM, JUL 2021. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MOTTA, Bárbara Vasconcellos de Carvalho. War is peace : the US security discursive practices after the Cold War. 2018. 238 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp) Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.