Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da imunização com enzimas de nucleotídeos de Schistosoma mansoni: busca por novos alvos antigênicos contra a esquistossomose mansônica

Processo: 14/13856-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Fernanda de Freitas Anibal
Beneficiário:Túlio Di Orlando Cagnazzo
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Imunoparasitologia   Imunização   Nucleotídeos   Schistosoma mansoni   Esquistossomose mansoni   Núcleosídeo-difosfato quinase   Adenilossuccinato liase

Resumo

A esquistossomose é uma das mais prevalentes doenças infecciosas tropicais existentes. Endêmica em 78 países, estima-se que 249 milhões de pessoas já foram infectadas e cerca de 800 milhões ainda residem em áreas de risco. Muito da morbidade e mortalidade associada a essa helmintíase é atribuída diretamente a deposição de elementos de tecido conjuntivo nos tecidos afetados. O uso do Praziquantel ainda é prioridade de escolha na estratégia de controle para reduzir a morbidade causada pela esquistossomose em países endêmicos. Entretanto há relatos de perda de sensibilidade à droga, o que pode tornar seu uso cada vez menos eficaz. Diferentemente de seu hospedeiro humano, o Schistosoma mansoni depende por completo da via de salvação para suprir suas necessidades de purinas, o que a torna um potencial alvo para elaboração de novos agentes esquistossomicidas, ou até mesmo vacinas. O uso de proteínas recombinantes é uma estratégia para produção de vacinas contra S. mansoni, pois estudos realizando imunização com enzimas apresentaram resultados expressivos no aumento da resposta imune específica liderada por anticorpos. Com isso, o presente estudo terá como principal objetivo analisar a produção de anticorpos, bem como a resposta imunológica como um todo no hospedeiro, em camundongos previamente imunizados com as proteínas purinas Nucleosídeo Difosfato Quinase (NDPK) e Adenilosuccinato Liase (ADSL) específicas de S. mansoni. Através dessa análise espera-se obter possíveis candidatos à vacina contra a esquistossomose mansônica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.