Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfologia comparativa do tegumento e das glândulas cutâneas em espécies de sapos e salamandras sul-americanos e norte-americanos

Processo: 15/00999-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Gonçalves Silva Jared
Beneficiário:Pedro Luiz Mailho Fontana
Supervisor no Exterior: Edmund D. Brodie
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Utah State University (USU), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/15334-4 - A pele e a defesa dos sapos-cururus (Bufonidae) contra predadores e dessecação, BP.DR
Assunto(s):Salamandra

Resumo

A presença de glândulas de veneno na pele é uma característica compartilhada por todos os anfíbios atuais. Essas glândulas podem distribuir-se por todo o corpo ou ainda agruparem-se em grande número, formando macroglândulas, como as parotóides, que são estruturas utilizadas na defesa contra predadores encontradas principalmente nos sapos (Anura: Bufonidae) e salamandras (Caudata). Além das parotóides, alguns sapos possuem macroglândulas em outras regiões do corpo. Esse é o caso do sapo do semi-árido brasileiro Rhinella jimi que possui macroglândulas nos membros posteriores e anteriores e está sendo estudado pelo nosso grupo de pesquisa. A espécie norte-americana Incilius alvarius, amplamente disseminada nas regiões do Rio Colorado e do Deserto de Sonora assemelha-se com R. jimi por possuir macroglândulas nas mesmas regiões do corpo e viver em um ambiente com períodos de restrição hídrica. Essas espécies são, assim, um ótimo modelo para o estudo comparativo dos aspectos evolutivos da defesa pelas macroglândulas e das relações hídricas dos sapos com o ambiente seco. Aproveitando ainda a diversidade norte-americana de salamandras e a oportunidade do estágio com o Prof. Dr. Edmund D. Brodie, um dos maiores especialistas do mundo nesses animais, estudaremos a morfologia das parotóides das salamandras, usando como modelo a espécie Ambystoma gracile. A concessão da bolsa será de grande importância para o crescimento profissional e pessoal do aluno e possibilitará o intercambio de conhecimento entre os laboratórios através do desenvolvimento de projetos com pesquisadores especialistas amplamente reconhecidos na comunidade herpetológica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
REGIS-ALVES, EDUARDO; JARED, SIMONE G. S.; MAURICIO, BEATRIZ; MAILHO-FONTANA, PEDRO L.; ANTONIAZZI, MARTA M.; FLEURY-CURADO, MARIA CECILIA; BRODIE, JR., EDMUND D.; JARED, CARLOS. Structural cutaneous adaptations for defense in toad (Rhinella icterica) parotoid macroglands. Toxicon, v. 137, p. 128-134, OCT 2017. Citações Web of Science: 5.
MAILHO-FONTANA, PEDRO L.; ANTONIAZZI, MARTA MARIA; RODRIGUES, ISABELA; SCIANI, JULIANA M.; PIMENTA, DANIEL CARVALHO; BRODIE, JR., EDMUND D.; RODRIGUES, MIGUEL TREFAUT; JARED, CARLOS. Parotoid, radial, and tibial macroglands of the frog Odontophrynus cultripes: Differences and similarities with toads. Toxicon, v. 129, p. 123-133, APR 2017. Citações Web of Science: 6.
MAILHO-FONTANA, PEDRO L.; ANTONIAZZI, MARTA M.; BARROS-BATTESTI, DARCI M.; JARED, CARLOS; CAMPBELL, JONATHAN A.; BRODIE, JR., EDMUND D. Toad Parotoid Pores Shelter Tick Larvae. South American Journal of Herpetology, v. 11, n. 2, p. 110-113, 2016. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.