Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da adesão de proteínas em filmes finos de óxidos metálicos

Processo: 14/27015-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de abril de 2015
Vigência (Término): 14 de abril de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Paulo Noronha Lisboa Filho
Beneficiário:Luciana Daniele Trino
Supervisor no Exterior: Mathew T. Mathew
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Local de pesquisa : Rush University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/01713-3 - Funcionalização de superfícies e estudo de adsorção em óxidos metálicos, BP.DR
Assunto(s):Proteínas   Nanobiotecnologia   Óxidos semicondutores   Óxidos metálicos   Próteses e implantes

Resumo

O titânio e as suas ligas são amplamente utilizados em implantes dentários e ortopédicos. Vários tratamentos físicos e químicos de superfície do Ti têm sido propostos a fim de se obter uma superfície mais biocompatível. Deste modo os revestimentos de óxidos metálicos nanoestruturados, tais como TiO2 e ZnO, tem mostrado bons resultados na interação com as proteínas, que é o processo inicial da interação do meio biológico com o material. O perfil destas proteínas, que irão interagir com as células, depende das propriedades físico-químicas da superfície dos óxidos metálicos, tais como espessura, homogeneidade, porosidade, rugosidade e molhabilidade.Grupos funcionais podem ser facilmente ligados no implante de titânio revestido com óxidos metálicos para se obter superfícies com uma maior estabilidade e funcionalidade. A adição destas monocamadas constitui um tipo de superfície excepcional. Combinando a funcionalização e o processo sol-gel para a produção de filmes de óxidos metálicos, as propriedades superficiais do titânio podem ser controladas para promover a adesão de proteínas e células.As proteínas da matriz extracelular (ECM), como a proteína da matriz dentinária 1 (DMP1) e osteopontina (OPN), contribuem para a formação e manutenção de tecidos mineralizados como o osso e a dentina. Desta forma, DMP1 e OPN podem promover um efeito osteoindutor no material implantado. O objetivo deste trabalho é estudar o processo de adesão das proteínas DMP1 e OPN em superfícies de óxidos metálicos funcionalizados, o que pode melhorar a osseointegração do material implantado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TRINO, LUCIANA D.; ALBANO, LUIZ G. S.; BRONZE-UHLE, ERIKA S.; GEORGE, ANNE; MATHEW, MATHEW T.; LISBOA-FILHO, PAULO N. Physicochemical, osteogenic and corrosion properties of bio-functionalized ZnO thin films: Potential material for biomedical applications. CERAMICS INTERNATIONAL, v. 44, n. 17, p. 21004-21014, DEC 1 2018. Citações Web of Science: 1.
TRINO, LUCIANA D.; BRONZE-UHLE, ERIKA S.; GEORGE, ANNE; MATHEW, MATHEW T.; LISBOA-FILHO, PAULO N. Surface Physicochemical and Structural Analysis of Functionalized Titanium Dioxide Films. COLLOIDS AND SURFACES A-PHYSICOCHEMICAL AND ENGINEERING ASPECTS, v. 546, p. 168-178, JUN 5 2018. Citações Web of Science: 2.
TRINO, LUCIANA D.; BRONZE-UHLE, ERIKA S.; RAMACHANDRAN, AMSAVENI; LISBOA-FILHO, PAULO N.; MATHEW, MATHEW T.; GEORGE, ANNE. Titanium surface bio-functionalization using osteogenic peptides: Surface chemistry, biocompatibility, corrosion and tribocorrosion aspects. JOURNAL OF THE MECHANICAL BEHAVIOR OF BIOMEDICAL MATERIALS, v. 81, p. 26-38, MAY 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.