Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação dos mecanismos da resposta imune antitumoral induzida pela transferência gênica combinada de p19Arf e interferon-beta - ensaios em um modelo murino de câncer de pulmão

Processo: 14/11524-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Bryan Eric Strauss
Beneficiário:João Paulo Portela Catani
Instituição-sede: Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (ICESP). Coordenadoria de Serviços de Saúde (CSS). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Interferon beta   Neoplasias pulmonares

Resumo

Entre 1979-1980 vários laboratórios identificaram e caracterizaram genes virais cujo produto seria suficiente para imortalizar e transformar células de mamíferos, o que levou à construção de uma visão simplista na qual o câncer seria uma doença genética, conferindo autonomia celular. No início do século XXI a ideia de que o câncer é uma patologia ainda mais complexa se tornou amplamente aceita. Apesar do atual conhecimento científico sobre os diversos processos que permitem a gênese e progressão tumoral, os métodos clínicos atuais ainda derivam da ideia inicial do câncer como uma simples doença proliferativa. A partir deste contexto, surge a necessidade do desenvolvimento de novas terapias que sinergizem com as atuais e que visem desestabilizar outros mecanismos nos quais o câncer se estrutura, além daqueles essencialmente proliferativos. Entre os possíveis alvos de novas terapias, destaca-se a habilidade tumoral de se evadir do sistema imune. Nosso grupo tem desenvolvido com sucesso vetores adenovirais que visam a restauração da via de p53, assim como a imunoestimulação anti-tumoral com o interferon beta (IFN²). Em um modelo murino de carcinoma pulmonar (lewis lung carcinoma - LLC1) temos observado que a transferência gênica de p19Arf é suficiente para indução de morte celular in vitro. Porém, a aplicação intratumoral dos vetores adenovirais carreadores dos genes p19Arf e IFN² ou ambos, mostrou que o IFN² tem papel preponderante na redução do crescimento tumoral. A transferência gênica mútua de ambos p19Arf e IFN² não mostrou vantagens na inibição do crescimento do tumor primário. Todavia, quando os animais tratados são submetidos a um desafio secundário, a transferência gênica de ambos p19Arf e IFN² mostra um efeito significativo na imunoproteção. Este efeito é igualmente observado em um segundo protocolo onde os animais são vacinados com células LLC1 transduzidas ex vivo. Tais resultados sugerem que a combinação de p19Arf e IFN² induz uma vantagem na formação da resposta imune. Esperamos, através de análises de micro arranjo e do infiltrado de células imunes do tumor, identificar tal vantagem. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PORTELA CATANI, JOAO PAULO; MEDRANO, RUAN F. V.; HUNGER, ALINE; DEL VALLE, PAULO; ADJEMIAN, SANDY; ZANATTA, DANIELA BERTOLINI; KROEMER, GUIDO; COSTANZI-STRAUSS, EUGENIA; STRAUSS, BRYAN E. Intratumoral Immunization by p19Arf and Interferon-beta Gene Transfer in a Heterotopic Mouse Model of Lung Carcinoma. TRANSLATIONAL ONCOLOGY, v. 9, n. 6, p. 565-574, DEC 2016. Citações Web of Science: 8.
VIEIRA MEDRANO, RUAN FELIPE; PORTELA CATANI, JOAO PAULO; RIBEIRO, ALINE HUNGER; TOMAZ, SAMANTA LOPES; MERKEL, CHRISTIAN A.; COSTANZI-STRAUSS, EUGENIA; STRAUSS, BRYAN E. Vaccination using melanoma cells treated with p19arf and interferon beta gene transfer in a mouse model: a novel combination for cancer immunotherapy. CANCER IMMUNOLOGY IMMUNOTHERAPY, v. 65, n. 4, p. 371-382, APR 2016. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.