Busca avançada
Ano de início
Entree

Espectrorradiometria de matrizes de LEDs para irradiação de placas de cultura celular

Processo: 14/23867-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física
Pesquisador responsável:Luciano Bachmann
Beneficiário:Jaqueline Ramos Sousa
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cultura de células   Óptica   Espectrorradiometria   Dosimetria   LED

Resumo

Os LEDs (do inglês Light Emitting Diodes) são dispositivos semicondutores de pequeno design, alta eficiência energética e operação com baixa tensão e corrente, características que os colocam à frente das fontes de iluminação convencionais. Possuem diversas aplicações que vão desde sinalização e iluminação geral até áreas de aplicação biológica como fototerapia e pesquisas biomédicas. As placas de cultura celular são comumente utilizadas em pesquisas onde amostras são expostas a radiação proveniente de LEDs com emissão no UV, visível e infravermelho próximo. A radiação de um LED pode ser caracterizada por grandezas radiométricas ou espectrorradiométricas. A caracterização desta radiação se faz necessária uma vez que esta não se mantém constante durante o tempo de uso (envelhecimento) do LED e em uma placa de cultura essa grandeza pode apresentar grande variação em cada poço, não emitindo uma radiação homogênea ao longo da placa. Essas questões serão esclarecidas adiante e é a principal motivação para a presente proposta. Para mensurar as grandezas como a potência espectral dos LEDs que compõe a placa, bem como a irradiância espectral da superfície da placa, se faz necessário a utilização de instrumentação de dosimetria óptica adequada, como a esfera integradora e o espectrorradiômetro calibrados. Dessa forma, o presente projeto visa caracterizar radiometricamente LEDs usados em aplicações biológicas. Com esta caracterização será possível elaborar um protocolo de avaliação espectrorradiométrica onde serão incluídas todas as análises necessárias para obter uma matriz de leds com emissão homogênea, estável e aferida para o processo de irradiação e montagem de protótipos de leds que serão empregados em trabalhos de fototerapia. Da literatura e os resultados do Laboratório já estão previstos diversos comportamentos característicos de leds, tais como a necessidade de termalização, envelhecimento, variabilidade intrínseca de um mesmo lote. Mas o que se faz necessário é avaliar a amplitude que estas variáveis possuem na matriz final e identificar outras variáveis que podem ser responsáveis por variações na irradiância final de uma placa montada. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.