Busca avançada
Ano de início
Entree

Ampliação de escala do reator EGSB para a remoção de surfactante aniônico em água residuária de lavanderia comercial diluída em esgoto sanitário

Processo: 14/26582-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Maria Bernadete Amâncio Varesche
Beneficiário:Alana Gandra Lima de Moura
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/15984-0 - Produção de bioenergia no tratamento de águas residuárias e adequação ambiental dos efluentes e resíduos gerados, AP.TEM
Assunto(s):Tratamento biológico

Resumo

Alquilbenzeno Linear Sulfonado (LAS) é um surfactante aniônico de elevado consumo mundial. Uma alternativa para a degradação anaeróbia do LAS é a utilização do reator EGSB (expanded granular sludge bed) com recirculação de efluente, a qual favorece a mistura e diluição do tóxico, por conseguinte, facilita sua remoção e degradação. Por meio da diluição da água de lavanderia em esgoto sanitário tem-se aumento da concentração de carbono orgânico afluente e diluição do tóxico, facilitando a atuação dos microrganismos. Desta forma, o presente trabalho tem por objetivo avaliar a remoção do LAS de água de lavanderia comercial em reator EGSB, com tempo de detenção hidráulica de 36h, e sem suplementação de carbono orgânico sintético, mas com diluição dessa água residuária em esgoto sanitário. Análises de monitoramento periódico serão realizadas, tais como, DQO, pH, alcalinidade, ácidos orgânicos voláteis, sulfato, sulfeto, sólidos totais e LAS. Além disso, no final da operação será realizada análise de LAS adsorvido nos grânulos com a finalidade de avaliar a quantidade adsorvida, removida e degradada do surfactante em função do tempo de operação.