Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do estresse oxidativo durante a produção "in vitro" de embriões bovinos sobre o miR-199a e genes alvo ERBB2 e ERBB3

Processo: 14/21042-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Felipe Perecin
Beneficiário:Monalisa Medrado Bomfim
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Embriogênese   MicroRNAs   Espécies de oxigênio reativas   Metilação de DNA   Biotecnologia   Bovinos

Resumo

A produção in vitro de embriões é uma biotecnologia amplamente empregada na pecuária bovina brasileira. Todavia as taxas de sucesso desta técnica são inferiores àquelas obtidas com embriões produzidos in vivo em parte devido à suscetibilidade do embrião a fatores estressantes relacionados ao ambiente in vitro, principalmente ao estresse oxidativo, favorecido pelas altas tensões de oxigênio durante o cultivo embrionário e mediada pela formação de espécies reativas de oxigênio (EROs) intracelular. Em mamíferos, estudos demonstram que o estresse oxidativo interfere na capacidade do desenvolvimento do embrião através de modificações epigenéticas, como a metilação da fita de DNA, que promove a manutenção dos padrões de expressão gênica. Estas modificações alteram de forma significativa a expressão de reguladores gênicos pós-transcricionais que coordenam diversos mecanismos de crescimento e diferenciação celular, como pequenos RNAs não codificadores, com destaque para o miR-199a. Estudos indicam que em condições de cultivo in vitro o miR-199a tem sua expressão alterada pela metilação do DNA, o que altera, consequentemente os níveis de proteína de seus genes alvo, ERBB2 e ERBB3. As proteínas codificadas por ERBB2 ERBB3, respectivamente ERBB2 e ERBB3, tem sido implicadas no processo de reconhecimento materno-fetal e implantação embrionária. A partir destas observações é possível formular a hipótese que o sistema de produção in vitro levam a alterações nos níveis de ERBB2 e ERBB3 em embriões bovinos, e que esse efeito é mediado por alterações na expressão do miR-199a em resposta ao estresse oxidativo. O presente projeto tem o objetivo de determinar o efeito do estresse oxidativo sobre a expressão do miR-199a durante o desenvolvimento embrionário, e determinar o efeito de alterações do miRNA-199a nos genes alvo e as proteínas ERBB2 e ERBB3. A partir dos resultados deste projeto espera-se elucidar alguns dos efeitos do ambiente in vitro na regulação de vias de sinalização associadas ao estabelecimento da gestação.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANDRADE, GABRIELLA MAMEDE; BOMFIM, MONALISA MEDRADO; DEL COLLADO, MAITE; MEIRELLES, FLAVIO VIEIRA; PERECIN, FELIPE; DA SILVEIRA, JULIANO COELHO. Oxygen tension modulates extracellular vesicles and its miRNA contents in bovine embryo culture medium. Molecular Reproduction and Development, v. 86, n. 8, p. 1067-1080, AUG 2019. Citações Web of Science: 0.
BOMFIM, MONALISA M.; ANDRADE, GABRIELLA M.; DEL COLLADO, MAITE; SANGALLI, JULIANO R.; FONTES, PATRICIA K.; NOGUEIRA, MARCELO F. G.; MEIRELLES, FLAVIO V.; DA SILVEIRA, JULIANO C.; PERECIN, FELIPE. Antioxidant responses and deregulation of epigenetic writers and erasers link oxidative stress and DNA methylation in bovine blastocysts. Molecular Reproduction and Development, v. 84, n. 12, p. 1296-1305, DEC 2017. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.