Busca avançada
Ano de início
Entree

Prospecção de microrganismos produtores de polihidroxialcanoatos (PHAs) com ênfase em estirpes mutantes de Bradyrhizobium elkanii e Rhizobium tropici

Processo: 14/25014-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Jackson Antônio Marcondes de Souza
Beneficiário:Bárbara Bonfá Buzzo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Biopolímeros   Biotecnologia

Resumo

Os polihidroxialcanoatos (PHAs) são homopolímeros de origem afilática de hidroxialcanoatos, sendo, produzidos e acumulados intracelularmente por diversas espécies bacterianas como fonte energética para sobrevivência das mesmas. Normalmente, o acúmulo destes polímeros ocorre em condições limitantes para o desenvolvimento bacteriano, ou seja, baixo limite nutricional como N, P, S, O ou Mg e excesso de carbono. Muitos microrganismos podem sintetizar e acumular PHAs. Dentre estes polímeros de origem bacteriana estão os polihidroxibutiratos (PHB), os mais conhecidos dos polímeros bacterianos biodegradáveis denominados polihidroxialcanoatos. Estes polímeros têm propriedades semelhantes ao poliprepileno e o PHB pode ser usado na fabricação de plástico biodegradável. Estudos revelaram que há uma plasticidade quanto a capacidade de produção e acumulo de PHB em bactérias do tipo rizobio nas diferentes formas de vida, no entanto algumas espécies não apresentam capacidade de sintetizar e acumular PHB como é o caso do Rhizobium meliloti, ou capazes de produzir e acumular PHB, nessas condições, como é o caso de Rhizobium tropici, Bradyrhizobium japonicum e Bradyrhizobium elkanii. Desta forma, este trabalho tem por objetivo avaliar o potencial biotecnológico de linhagens selvagem e mutantes de Bradyrhizobium elkanii e Rhizobium tropici quanto a produção de biopolímero sobre diferentes fontes de carbono, bem como as propriedades emulsionantes dos corpos de inclusões de grânulos de PHB e das culturas bacterianas com possível aplicação biotecnológica na produção de biosurfactantes e produção de biopolimero.