Busca avançada
Ano de início
Entree

Financeirização do agronegócio e uso do território: as estratégias do Grupo SLC Agrícola no território brasileiro

Processo: 14/25472-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Samuel Frederico
Beneficiário:Yuri Martenauer Saweljew
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/18704-0 - Financeirização do agronegócio e uso do território as estratégias do grupo SLC Agrícola no território brasileiro, BE.EP.IC
Assunto(s):Geografia econômica   Agronegócio   Financeirização   Capital financeiro   Segregação urbana   Fronteira agrícola   Uso do território

Resumo

Nos momentos de forte expansão financeira da geografia histórica do capitalismo, como no atual período da globalização, a lógica financeira prevalece sobre as lógicas econômicas, ao se autonomizar diante das sociedades e da economia real e ao impor suas normas de rentabilidade às empresas e ao território. Porém, as estratégias e o alcance da ação dos diferentes agentes financeiros não são independentes da formação socioespacial, de suas formas e de suas normas. Deste modo, para a compreensão da relação entre o atual fenômeno financeiro mundial e o uso agrícola do território brasileiro, analisaremos as estratégias de atuação da empresa SLC Agrícola. Para isso, investigaremos como a capitalização decorrente da abertura do capital em bolsa introduz uma nova lógica territorial de atuação, com o uso de novos conteúdos técnicos e normativos: intensificação, padronização e especialização produtiva, nova divisão territorial do trabalho da empresa, necessidade contínua de expansão da escala de produção. Ao mesmo tempo, como as suas ações dependem das condições materiais e normativas da formação socioespacial brasileira: disponibilidade de terras com qualidades edafoclimáticas propícias (solos e pluviosidade), impossibilidade de adquirir terras com passivos ambientais e com problemas de dupla titularidade e condições logísticas. Com o intuito de apreender e qualificar as estratégias da SLC Agrícola, a pesquisa comporta a abordagem de três aspectos principais: a) a identificação dos agentes financeiros e de como conseguem impor sua lógica de rentabilidade às atividades produtivas agrícolas; b) os principais sistemas técnicos utilizados para a intensificação produtiva e a expansão da escala de produção; c) as estratégias de escolha da localização das unidades produtivas.