Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial vacinal de termolisina de Leptospira interrogans

Processo: 14/23983-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Tatiana Rodrigues Fraga
Beneficiário:Jessica Moreira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema do complemento

Resumo

A leptospirose é uma zoonose mundialmente disseminada que representa um grave problema de saúde pública. Microrganismos patogênicos, notadamente os que atingem a circulação sanguínea como a leptospira, desenvolveram múltiplas estratégias de evasão ao sistema imune do hospedeiro, em especial ao sistema complemento. Recentemente demonstramos que proteínas secretadas por espécies patogênicas de Leptospira são capazes de inibir as três vias de ativação do sistema complemento humano. Além disso, identificamos uma protease da classe das termolisinas como uma das proteínas responsáveis pelos efeitos observados no sobrenadante total. Considerando esta importante atividade biológica, acreditamos que seja de grande relevância avaliar o potencial vacinal desta termolisina, sendo este o objetivo deste projeto. Utilizaremos o modelo experimental de hamsters, os quais são susceptíveis à infecção por leptospiras. Os animais serão imunizados com a termolisina recombinante utilizando o hidróxido de alumínio como adjuvante. Os controles serão compostos por um grupo de hamsters imunizados com a vacina comercial (FarrowsureB, Pfizer) e outro com o veículo PBS e hidróxido de alumínio. Sangrias pelo plexo-retro orbital serão realizadas para acompanhamento do título de anticorpos anti-termolisina. Após as imunizações os animais serão desafiados com a estirpe virulenta L. interrogans sorovar Kennewiki. Os hamsters que sobreviverem à infecção serão sacrificados e os órgãos coletados para a realização de diferentes análises, tais como a histopatológica e a cultura de leptospiras. A identificação de potenciais candidatos vacinais em leptospirose é de grande importância, podendo contribuir para o desenvolvimento de estratégias preventivas na leptospirose.