Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do uso de zeólitas na remoção de contaminantes emergentes em amostras aquosas

Processo: 14/21871-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Pedro Sergio Fadini
Beneficiário:Diana Nara Ribeiro de Sousa
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/01314-7 - Zeólitas com alto teor de sílica para remoção de fármacos em amostras de esgotos, BE.EP.PD
Assunto(s):Poluição da água   Águas de superfície   Tratamento de esgotos sanitários   Adsorção (tratamento de água)   Remoção de contaminantes   Zeolitas

Resumo

Nas últimas décadas tem se tornado crescente o número de substâncias orgânicas detectadas como fármacos, produtos de higiene pessoal e hormônios, em diferentes compartimentos aquáticos. Isso tem ocorrido principalmente devido à baixa eficiência de remoção desses compostos nas estações de tratamento de esgotos convencionais. Nesse sentido, etapas adicionais de tratamento precisam ser mais bem estudadas e aprimoradas para que esses contaminantes possam ser eliminados, evitando assim, o seu aporte no ambiente. Alguns processos vêm sendo estudados, porém ainda não foi possível estabelecer uma tecnologia completamente efetiva. Os processos adsortivos são bastante atrativos por oferecer vantagens como a não geração de subprodutos da degradação e a diversidade de materiais que podem ser utilizados como carvões ativados, sílicas e zeólitas. Alguns destes estudos têm demonstrado que as zeólitas são materiais bastante promissores na remoção desse tipo de contaminante. Partindo dessa perspectiva, a presente proposta tem como objetivo avaliar a utilização de diferentes estruturas zeolíticas (FAU, MOR e MFI) na adsorção de quatro fármacos de uso humano (atenolol, carbamazepina, diclofenaco e ibuprofeno), um produto de higiene pessoal (triclosan) e um hormônio (estrona) em amostras de esgoto tratado. Pretende-se ainda, determinar as principais variáveis que afetam o processo de adsorção a fim de tentar compreender os mecanismos envolvidos nesse processo. Ao final deste trabalho, pretende-se estabelecer as condições ótimas de adsorção utilizando zeólitas com características adequadas, contribuindo assim para a melhoria dos processos de tratamento e consequente minimização do aporte desses contaminantes no ambiente. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RIBEIRO DE SOUSA, DIANA NARA; MOZETO, ANTONIO APARECIDO; CARNEIRO, RENATO LAJARIM; FADINI, PEDRO SERGIO. Spatio-temporal evaluation of emerging contaminants and their partitioning along a Brazilian watershed. Environmental Science and Pollution Research, v. 25, n. 5, p. 4607-4620, FEB 2018. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.