Busca avançada
Ano de início
Entree

Perda auditiva unilateral: benefício da amplificação na ordenação e resolução temporal e localização espacial da fonte sonora

Processo: 14/11432-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Maria Fernanda Capoani Garcia Mondelli
Beneficiário:Marina de Marchi dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Perda auditiva unilateral   Auxiliares de audição   Adaptação de aparelho de amplificação sonora individual

Resumo

Em presença de ruído ambiental, indivíduos com Perda Auditiva Unilateral (PAun) encontram maiores dificuldades que os ouvintes normais para compreender a fala e localizar a fonte sonora. A localização sonora é uma habilidade auditiva que atinge indivíduos com PAun devido a perda do benefício do tempo interaural, o que permite ao indivíduo determinar a direção que o som está chegando. Sendo assim, o tempo para localizar a fonte sonora é maior, prejudicando a inteligibilidade da fala e compreensão da mensagem. As funções do sistema nervoso auditivo central são influenciadas pelo processamento da informação temporal, que é considerada uma habilidade fundamental na percepção auditiva de sons verbais e não-verbais, de fonemas, de duração, na discriminação do pitch, entre outros. Dentro do processamento temporal, as habilidades de resolução e ordenação temporal são muito estudadas devido à importância na aquisição da fala, se relacionando com a percepção e a discriminação fonêmica. A ordenação temporal é uma habilidade auditiva que se refere a percepção e ao processamento de dois ou mais estímulos auditivos em sua ordem de ocorrência no tempo. A resolução temporal consiste na habilidade responsável por detectar os intervalos de tempo entre os estímulos sonoros, mudanças rápidas e bruscas, ou de detectar o menor intervalo de tempo necessário para o indivíduo perceber a diferença entre os sinais sonoros. Objetivo: verificar as habilidades auditivas de ordenação temporal, resolução temporal e localização sonora, antes e após a adaptação do Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI) em indivíduos com PAun. Material e método: serão avaliados 30 indivíduos com diagnóstico de PAun, de todos os tipos e graus, com faixa etária de 18 a 60 anos de ambos os sexos. O estudo será dividido em duas etapas: pré-adaptação e pós-adaptação. Na etapa pré-adaptação os indivíduos passarão por uma anamnese, aplicação dos questionários de habilidade auditiva da localização da fonte sonora e escala de funcionamento auditivo - SAB, avaliação simplificada do processamento auditivo (ASPA) e Random Gap Detection Test - RGDT. Na sequência serão adaptados, e passarão pelo período de aclimatização (três meses). Após este período, será iniciada a fase pós-adaptação, na qual serão aplicados novamente a anamnese, os dois questionários, ASPA e o RGDT. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARIA FERNANDA CAPOANI GARCIA MONDELLI; MARINA DE MARCHI DOS SANTOS; MARIZA RIBEIRO FENIMAN. Unilateral hearing loss: benefit of amplification in sound localization, temporal ordering and resolution. CoDAS, v. 32, n. 1, p. -, 2020. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Marina de Marchi dos. Perda auditiva unilateral: benefício da amplificação na ordenação e resolução temporal e localização sonora. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Bauru Bauru.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.