Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento do efeito da terapia fotodinâmica em infeccção oral por Candida Albicans em camundongos imunossuprimidos por imagem de bioluminescência

Processo: 14/25772-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Antonio Olavo Cardoso Jorge
Beneficiário:Fernanda Freire
Supervisor no Exterior: Michael R. Hamblin
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Massachusetts General Hospital, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:13/22897-2 - Ação da terapia fotodinâmica antimicrobiana na expressão de genes de Candida albicans em biofilmes, BP.DR
Assunto(s):Candida albicans   Microbiologia

Resumo

Espécies do gênero Candida expressam fatores de virulência que, associados com imunossupressão e outros fatores de risco, podem causar diferentes manifestações da candidose oral. O tratamento de infecções das mucosas causadas por Candida e a elucidação do processo da doença são desafiadores. Por conseguinte, o estudo de candidose oral induzida experimentalmente em camundongos é útil para esclarecer a etiopatogenia dessa condição, para melhorar o diagnóstico e identificar novas opções terapêuticas, uma vez que o processo da doença nesses animais é semelhante às lesões de candidose em humanos. Muitos pesquisadores tem utilizado a terapia fotodinâmica (TFD) para matar os fungos in vitro e o uso desta abordagem tem sido relatada também in vivo em modelos animais. Este estudo vai avaliar os efeitos da TFD em candidose oral em camundongos imunossuprimidos por imagem de bioluminescência. A cepa de Candida albicans que expressa luciferase (CEC 749) será usada. Esta levedura é manipulada para emitir luz, permitindo o monitoramento da infecção no espaço e no tempo por uma câmara de bioluminescência. A fim de facilitar a verificação do processo, um procedimento que utiliza levedura geneticamente modificada bioluminescente e um sistema de imagem sensível à luz foi desenvolvido para permitir a visualização em tempo real das infecções. Azul de Toluidina O (T3260- 5G; Sigma, St. Louis, MO), azul de metileno (M9140-25G; Sigma), e nova azul de metileno (556416-1G; Sigma) serão utilizados como fotossensibilizadores no estudo. Oitenta camundongos machos imunossuprimidos, BALB / c (Charles River Laboratories, Wilmington, MA) com candidose oral serão utilizados e divididos em quatro grupos: a) F+L+: sensibilização com fotossensiblizador e irradiação de luz (n = 30); b) F+L-: apenas o tratamento com fotossensiblizador (n = 30); c) F-L+: apenas irradiação de luz (n = 10), e d)F-L-: grupo controle, não submetido à sensibilização com fotossensibilizador ou irradiação de luz (n = 10). Dez camundongos por fotossensibilizador serão utilizados para os grupos F+L+ e F+L-. Depois do tratamento, os efeitos da TFD serão analisados pela imagem de bioluminescência (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FREIRE, FERNANDA; FERRARESI, CLEBER; JORGE, ANTONIO OLAVO C.; HAMBLIN, MICHAEL R. Photodynamic therapy of oral Candida infection in a mouse model. JOURNAL OF PHOTOCHEMISTRY AND PHOTOBIOLOGY B-BIOLOGY, v. 159, p. 161-168, JUN 2016. Citações Web of Science: 29.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.