Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial genotóxico de uma L-aminoácido oxidase isolada da peçonha da serpente Calloselasma rhodostoma (CR-LAAO) sobre linhagens celulares humanas

Processo: 15/00847-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Suely Vilela
Beneficiário:Martin Krahenbuhl Amstalden
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/23236-4 - Toxinas animais nativas e recombinantes: análise funcional, estrutural e molecular, AP.TEM
Assunto(s):Genotoxicidade   Toxicologia   L-aminoácido oxidase   Venenos de serpentes

Resumo

As L-aminoácido oxidases isoladas e caracterizadas de peçonhas de serpentes (SV-LAAOs) apresentam inúmeros efeitos biológicos e farmacológicos, como indução de apoptose celular, citotoxicidade, hemorragia, hemólise, edema, atividades bactericida e antiparasitária. A CR-LAAO é uma L-aminoácido oxidase isolada da peçonha da serpente Calloselasma rhodostoma, que foi isolada e caracterizada por Ponnudurai et al. (1994). Existem vários estudos com esta proteína em relação ao aspecto estrutural e parte de sua funcionalidade. No entanto, estudos sobre os efeitos genotóxicos que essa proteína pode causar ao organismo humano, ainda não foram descritos. Para elucidar os mecanismos de ação dessa toxina sobre a instabilidade genômica será empregado o ensaio do cometa que detecta quebras de fita simples e dupla do DNA, além de sítios álcali lábeis. Os resultados obtidos poderão colaborar na elucidação dos mecanismos de ação da CR-LAAO e sua possível aplicação na área biomédica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COSTA, TASSIA R.; AMSTALDEN, MARTIN K.; RIBEIRO, DIEGO L.; MENALDO, DANILO L.; SARTIM, MARCO A.; AISSA, ALEXANDRE F.; ANTUNES, LUSANIA M. G.; SAMPAIO, V, SUELY. CR-LAAO causes genotoxic damage in HepG2 tumor cells by oxidative stress. Toxicology, v. 404, p. 42-48, JUL 1 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.