Busca avançada
Ano de início
Entree

Biópsia de pele na neuropatia compressiva

Processo: 15/00603-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Marucia Chacur
Beneficiário:Igor Rafael Correia Rocha
Supervisor no Exterior: Annina Schmid
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Oxford, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:13/19837-8 - O papel da técnica de mobilização neural na resposta inflamatória e comportamental em Ratos Wistar após indução de dor neuropática, BP.IC
Assunto(s):Neurociências   Dor crônica   Biópsia   Pele   Síndrome do túnel carpal

Resumo

A síndrome do túnel do carpo é a neuropatia compressiva mais comum. Neste trabalho, investigaremos o seu efeito sobre a morfologia das fibras de pequeno diâmetro, bem como axônios mielinizados, relacionando suas possíveis alterações à função somatossensorial e sintomas clínicos. Os voluntários com diagnóstico clínico e eletrofisiológico de síndrome do túnel do carpo irão participar neste estudo. Fibras de pequeno e grande diâmetro serão analisadas por meio de teste sensorial quantitativo no território do nervo mediano da mão. A biópsia de pele será realizada a partir do território de inervação do nervo mediano da região proximal da falange do segundo dedo (indicador). Para ensaios de imuno-histoquímica será utilizado anticorpo para o gene da proteína 9.5 e da proteína básica de mielina a fim de avaliar características morfológicas de axónios mielinizados e não mielinizados. (AU)