Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de equipamento de proteção individual por profissionais de enfermagem de um serviço de atenção domiciliar

Processo: 14/20419-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Doenças Contagiosas
Pesquisador responsável:Silvia Rita Marin da Silva Canini
Beneficiário:Jéssica Fernanda Corrêa Cordeiro
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais biológicos   Exposição a agentes biológicos   Equipamento de proteção individual   Dispositivos e instrumentos médicos   Serviços de assistência domiciliar   Profissionais de enfermagem   Entrevista   Estudos transversais

Resumo

As medidas pré-exposição a acidentes ocupacionais com material biológico visam evitar ou minimizar o risco de o profissional entrar em contato direto com material biológico e, consequentemente, com os patógenos veiculados pelo sangue, por meio do uso de equipamentos de proteção individual (EPI). Os profissionais de enfermagem são os que mais frequentemente sofrem esse tipo de acidente e os que sustentam as maiores taxas de soroconversão ao HIV. O Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) é um serviço substitutivo ou complementar à internação hospitalar ou ao atendimento ambulatorial, responsável pelo gerenciamento e operacionalização das equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (EMAD) e das Equipes Multiprofissionais de Apoio (EMAP). Por se tratar de uma política de saúde relativamente nova, e um novo campo de atuação para os profissionais de enfermagem pouco se conhece sobre as condições de trabalho dos profissionais que nela atuam e o uso de equipamentos de proteção individual. Trata-se de um estudo de corte transversal, que será realizado por meio de entrevistas individuais para identificar o uso de equipamentos de proteção individual (luvas, óculos, avental e máscara), uso de dispositivos de segurança (agulhas retráteis, lancetas seguras) e descarte de perfurocortantes pelos profissionais que atuam no SAD durante as visitas domiciliares. E os fatores que facilitam e ou diminuem a adesão ao uso de EPI.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)