Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma análise discursiva da recepção dos mash-ups literários junto ao público leitor brasileiro

Processo: 14/15965-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Luzmara Curcino Ferreira
Beneficiário:Clarissa Neves Conti
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Análise do discurso   Jovens   Leitores   Brasileiros   Mashup   Literatura

Resumo

Dadas certas mutações no cenário das práticas de escrita e de leitura com a emergência das tecnologias virtuais de produção e recepção de textos, surgem gêneros peculiares tal como os mash-ups literários, que se caracterizam por sua hibridicidade, ou seja, por seu caráter misto, e por sua relação dessacralizada e sem cerimônias com cânones da cultura. Eles são fruto de princípios da cultura mix que articula o alto e o baixo, o erudito e o pop, cuja originalidade se encontraria no caráter inusitado desse arranjo. Fenômeno editorial mundial, no Brasil os mash-ups literários parecem não ter obtido o sucesso imaginado, dada a relativa estagnação de sua produção. Apesar do conjunto restrito de obras, elas são fonte importante para descrevermos representações contemporâneas das práticas de leitura do público jovem. Assim, por meio tanto da análise de estratégias de escrita empregadas em sua produção, quanto da análise das formas de difusão e de recepção dos mash-ups literários no Brasil, pretendemos empreender uma análise dos discursos sobre a leitura que sustentam esse projeto editorial e que se manifestam, seja nessas estratégias de escrita, seja no que dizem os leitores, a mídia, os textos acadêmicos, etc. acerca desse objeto cultural. Para a constituição de nosso corpus de pesquisa, além das obras propriamente ditas, levantaremos um conjunto de enunciados sobre esse gênero, sob a forma de comentários de leitores, postados na web, em sites de relacionamento ou em blogs que se dedicam ao tema da leitura; em declarações de origem midiática de promoção ou crítica dessa novidade editorial; e, por fim, em declarações presentes em textos de origem acadêmica que têm se ocupado deste acontecimento discursivo e editorial. Para tanto, o trabalho será subsidiado na teoria da análise de discurso, em especial dos conceitos de enunciado, discurso e formação discursiva, e em princípios da história cultural, mais especificamente, dos conceitos de apropriação, prática e representação. Essa articulação se dá com vistas, primeiro, a ampliarmos a nossa análise das estratégias de escrita empregadas na produção dessas obras, que por essa razão sinalizam as representações que os editores/autores fazem do público leitor a que se dirigem, e, segundo, empreendermos a análise do que dizem os leitores, a mídia e as instituições de ensino sobre essa produção editorial contemporânea, de modo a apreendermos discursos sobre a leitura que sustentam esses enunciados. (AU)