Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do mecanismo de ação dos linfócitos t sobre a expansão de celulas tronco hematopoéticas induzidas por ooforectomia.

Processo: 14/27231-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de julho de 2015
Vigência (Término): 14 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Marcelo Luis Steiner
Beneficiário:Marcelo Luis Steiner
Anfitrião: Roberto Pacifici
Instituição-sede: Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Organização Social de Saúde. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa: Emory University, Estados Unidos  
Assunto(s):Células-tronco   Ginecologia   Osteoblastos   Linfócitos T

Resumo

Estudos realizados com modelos animais observam, após ooforectomia e consequente queda abrupta do estrogênio, uma expansão no número de células-tronco hematopoiéticas (CTH) da medula óssea, sendo este um processo dependente da presença e ação biológica de linfócitos T. Confirmar a participação destas células na expansão populacional das CTH no estado de hipoestrogenismo e entender os mecanismos biológicos envolvidos significa um avanço e uma nova perspectiva na área de pesquisa relacionada a células-tronco hematopoiéticas. Este projeto de pesquisa objetiva justamente determinar o mecanismo pelo qual os linfócitos T contribuem para a expansão de CTH induzido pelo hipoestrogenismo. Serão usadas fêmeas de camundongos da espécie C57BL/6 selvagens, e linhagens Knockout (KO) para alguns genes pareados com controles da mesma idade. Os animais do grupo controle serão submetidos à laparotomia branca e os demais a ooforectomia. Os animais sem ovário serão ainda divididos em grupo medicado com estrogênio e grupo sem tratamento. Passados 4 semanas da cirurgia todos camundongos serão sacrificados. Serão medidos e avaliados a produção/expressão do receptor solúvel da interleucina 6 (sIL-6R), proteína Wnt10b e ligante do CD40 dos linfócitos T CD4+ e CD8+ presentes na medula óssea e tecido hepático; assim como a expressão, por células-tronco da medula óssea, da interleucina 6 (IL-6) e dos ligantes, Jagged 1 e sigma 1, da via de sinalização Notch,. O número absoluto e relativo da população de CTH presente na medula óssea também será medido baseado na expressão diferenciada dos receptores da "molécula de sinalização de ativação linfocítica" (SLAM). Além disso, será medido o nível do domínio intracelular da Notch 1, apoptose das CTH, a expressão dos genes alvos da sinalização Notch1, Hes-1 e Deltex-1 e serão preparados cortes longitudinais de tecido ósseo descalcificado do fêmur para medir a expressão de Jadded 1 e sigma1 em osteoblastos. Toda a informação coletada dos diferentes grupos estudados será tabulada e analisada.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)