Busca avançada
Ano de início
Entree

Relacionando a estrutura de comunidade arbóreas aos atributos e estrutura filogenética das espécies

Processo: 15/00682-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 29 de abril de 2015
Vigência (Término): 28 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Paulo Inácio de Knegt López de Prado
Beneficiário:Renato Augusto Ferreira de Lima
Supervisor no Exterior: Jerome Chave
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Paul Sabatier - Toulouse III, França  
Vinculado à bolsa:13/08722-5 - O papel da diversidade funcional na estruturação de comunidades arbóreas tropicais: uma abordagem baseada em modelos, BP.PD

Resumo

Muitos estudos têm apontado a importância de incorporar informações evolutivas das espécies para entender os padrões ecológicos. No entanto, pouco se sabe sobre o papel dos processos evolutivos na determinação da composição e estrutura de comunidade ecológicas. Nesta proposta, nós iremos testar a influência de filtros ambientais sobre a estrutura filogenética e atributos de espécies de árvores. Além disso, vamos tentar determinar quais atributos são mais importantes para moldar descritores da comunidade como a abundância relativa de espécies e a distribuição de tamanho e espacial. Mais especificamente, vamos avaliar se abundância das espécies (contagem de indivíduos e biomassa), a distribuição diamétrica (parâmetros da distribuição Weibull) e a força de agregação coespecífica são influenciados por características como densidade da madeira, altura potencial, tamanho da semente, área foliar, entre outros atributos. Nós iremos utilizar os dados de quatro parcelas permanentes de 10 ha no sudeste do Brasil, nas quais todas as espécies com diâmetro à altura do peito> 4,8 cm foram marcadas, mapeadas e identificadas. Todas as espécies dessas quatro parcelas tiveram seu DNA sequenciado utilizando os marcadores rbcL e matK para a reconstrução filogenética. Com essas informações nós iremos avaliar se as espécies compartilhadas entre as quatro áreas são mais relacionadas do que o esperado segundo um cenário aleatório nulo. Também iremos realizar modelos de regressão capazes de incorporar a distância filogenética entre espécies para avaliar quais atributos são mais relacionadas com a abundância das espécies, distribuição de tamanhos e espacial. Esperamos que a realização desta proposta trará novas idéias de como usar a composição de atributos das espécies e sua filogenias para entender os padrões de comunidades em escala local. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERREIRA DE LIMA, RENATO A.; DE OLIVEIRA, ALEXANDRE ADALARDO; DALLA COLLETTA, GABRIEL; FLORES, THIAGO BEVILACQUA; GAYOSO COELHO, RUBENS L.; DIAS, PEDRO; FREY, GABRIEL PONZONI; IRIBAR, AMAIA; RODRIGUES, RICARDO RIBEIRO; SOUZA, VINICIUS CASTRO; CHAVE, JEROME. Can plant DNA barcoding be implemented in species-rich tropical regions? A perspective from Sao Paulo State, Brazil. GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 41, n. 3, p. 661-670, JUL-SEP 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.