Busca avançada
Ano de início
Entree

O desafio de filmar memórias musicalmente incorporadas: um encontro entre a etnomusicologia e a Antropologia Visual

Processo: 15/01078-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Rose Satiko Gitirana Hikiji
Beneficiário:Erica Giesbrecht
Supervisor no Exterior: Victor A. Stoichiţă
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Centre de Recherche en Ethnomusicologie (CREM), França  
Vinculado à bolsa:12/09257-1 - Memórias vivas de uma "Comunidade Negra": um estudo sobre histórias de vida de sujeitos musicais., BP.PD
Assunto(s):Antropologia visual   Comunidade negra   Etnomusicologia   Memória cultural

Resumo

Este projeto tem por objetivo o aprofundamento de meu conhecimento sobre filmes etnográficos musicais e a realização da fase de montagem de meu documentário "Um Baile para Matar as saudades", principal produto de minha pesquisa de pós-doutoramento "Memórias vivas de uma Comunidade Negra': um estudo sobre histórias de vida de sujeitos musicais", junto a uma instituição renomada por suas produções na área, o CREM (Centre de Recherche en Ethnomusicologie) da Université Paris Ouest - Nanterre La Défense. Minha pesquisa é parte do projeto temático "A experiência do filme na Antropologia", desenvolvido pelo Grupo de Antropologia Visual (GRAVI) do departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP). Uma vez concluídas as fases de coleta de imagens e edição junto ao Laboratório de Som Imagem e Antropologia (LISA), que oferece estrutura e serviços técnicos a toda a equipe do GRAVI, a fase seguinte, que é a montagem, poderá ter ganhos substanciais a partir do envolvimento com os pesquisadores e o trabalho nos laboratórios do CREM.Nesta investigação, interesso-me pela memória de anciãos negros da cidade de Campinas, culturalmente ativos desde sua mocidade. Envolvidos em práticas coletivas de música e dança, estes homens e mulheres foram substanciais colaboradores no processo da formação de uma "comunidade negra", campineira sustentada e bem articulada até os dias atuais. Com o objetivo de aprofundar a compreensão da história de vida de alguns desses sujeitos, que não se separa de seu envolvimento em práticas culturais, propus realizar uma narrativa audiovisual de seus cotidianos e sua expressividade performática, tendo como embasamento as contribuições teóricas da antropologia da performance, da antropologia visual e da etnomusicologia. As filmagens realizadas até o momento contemplaram suas histórias de vida, suas memórias incorporadas e sua inserção no atual movimento de revitalização das culturas expressivas afro-brasileiras, particularmente vigoroso na cidade de Campinas. Completando esse conjunto de imagens constam as filmagens da reprodução de um baile de gala, inspirado nos relatos sobre eventos desse porte transcorridos entre os anos 1940 e 1950, sobre o qual ofereço mais detalhes na próxima sessão. O diálogo com a equipe de pesquisadores do CREM seria de importância crítica para minha produção, uma vez que o aprimoramento da linguagem fílmica, para se tratar de forças expressivas como música e dança, vem sendo tema de reflexões teóricas e produções audiovisuais neste centro de pesquisa. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)