Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de microscaffolds (lockyballs) e cardiomiócitos derivados de iPSC para proteção e reparação cardíaca pós-infarto do miocárdio

Processo: 14/24577-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:José Eduardo Krieger
Beneficiário:Rafael Dariolli
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/17368-0 - Genômica cardiovascular: mechanismos & novas terapias - CVGen mech2ther, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):16/07541-5 - Fenotipagem de cardiomiócitos derivados de células-tronco pluripotentes através da medida de potencial de ação e transientes de cálcio: desenvolvimento de uma plataforma eletrofisiológica CM-PSCs compatível, BE.EP.PD
Assunto(s):Células-tronco pluripotentes induzidas   Nanotecnologia

Resumo

Células-tronco pluripotentes são uma grande promessa para a terapia celular, incluindo a proteção miocárdica e a substituição de cardiomiócitos lesados após um infarto do miocárdio. O principal objetivo desta proposta e testar a hipótese de que nanoestruturas (microscaffold-lockyballs) aumentam eficiência do transplante de "células-tronco" para proteção e regeneração cardíaca em "porcos humanizados" por tratamento medicamentoso pós-infarto do miocárdio. Nanoestruturas do tipo lockyballs serão utilizadas para aumentar a eficiência da retenção de células no miocárdio quer seja como fonte de fatores paracrinos (células tronco adultas) ou como substitutivos de cardiomiocitos (cardiomiocitos derivados de iPS). Além disto utilizaremos metodologias sofisticadas para quantificação de fenótipos eletrofisiológicos dos cardiomiocitos gerados a partir de células iPS humanas e de suínos. Em conjunto, os resultados destes estudos contribuirão para 1. Identificar as características eletrofisiológicas de cardiomiocitos obtidos a partir iPSC e que poderão ser utilizadas para modelar doenças ou estratégias de reparação cardíaca; 2. Aumentar a eficiência do transplante de células tronco adultas para proteger o miocárdio pós-infarto do miocárdio 3. Estabelecer estratégias para substituição de cardiomiocitos em suínos pós-infarto do miocárdio. Este trabalho é de grande interesse para a área a que se aplica podendo acelerar no desenvolvimento de estratégias alternativas e complementares para a regeneração cardíaca pós-infarto do miocárdio.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.