Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspectos fisiológicos e genéticos interrelacionados à ação da vitamina D no contexto da obesidade osteosarcopênica: inquérito de saúde de base populacional no município de São Paulo - ISA capital

Processo: 14/26787-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Ligia Araujo Martini
Beneficiário:Natasha Aparecida Grande de França
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/03903-5 - Paratormônio ou Vitamina D, qual dos parâmetros é de fato associado à osteosarcopenia?, BE.EP.DR
Assunto(s):Sarcopenia   Metabolismo energético   Obesidade   Osteoporose   Vitamina D

Resumo

Introdução: a obesidade osteosarcopênica é caracterizada pela presença simultânea do excesso de adiposidade corporal, da reduzida quantidade e qualidade muscular e de uma menor massa óssea (osteopenia ou osteoporose), e é associada a um aumento no estado inflamatório geral, maior resistência à insulina, menor prática de exercícios físicos e consequente menor gasto energético, culminando em um ciclo vicioso e sinergicamente deletério, com impacto sobre a funcionalidade e mortalidade do indivíduo. A vitamina D apresenta papel bem estabelecido em relação à saúde óssea, entretanto estudos tem apontado para benefícios extra esqueléticos, uma vez que apresenta receptores em quase todos os tecidos do organismo, além de apresentar propriedades anti-inflamatórias. Dessa forma, a vitamina D emerge como um possível fator chave envolvido na obesidade osteosarcopênica, com a hipótese de uma influência de âmbito genético. Objetivo: Investigar os possíveis mecanismos fisiológicos e genéticos interrelacionados à ação da vitamina D na obesidade osteosarcopênica em amostra de base populacional de adultos e idosos residentes do município de São Paulo. Metodologia: serão incluídos adultos e idosos, de ambos os sexos, participantes do inquérito ISA - Capital 2013 (estudo transversal por meio de inquérito domiciliar de base populacional), aleatoriamente selecionados para coleta de sangue, com amostragem estimada em 600 indivíduos (300 adultos e 300 idosos). O estudo será dividido em 4 fases, sendo as duas primeiras de responsabilidade do inquérito ISA-Capital 2013, e as duas últimas serão conduzidas durante o presente projeto de pesquisa: 1) Aplicação de questionários comtemplando: sexo, idade, cor da pele auto referida, exposição solar, estado socioeconômico, peso e estatura referidos, história clínica e ingestão alimentar (recordatório alimentar de 24 horas); 2) Aplicação de segundo R24h e coleta de sangue; 3) Mensuração do peso e da estatura; realização do exame de densitometria - DXA (avaliação óssea e da composição corporal), realização do teste de preensão manual (dinamometria) e do teste de velocidade de marcha; 4) 51 idosos que apresentaram diagnóstico de obesidade, sarcopenia, obesidade sarcopênica ou obesidade osteosarcopênica serão aleatoriamente selecionados para ter seu gasto energético avaliado pela técnica de água duplamente marcada. A avaliação da vitamina D sérica será realizada por meio da análise do sangue coletado, composterior avaliação da genotipagem do gene receptor de vitamina D, da proteína ligante de vitamina D e do precursor de vitamina D cutânea. A distribuição das variáveis será avaliada para posterior análise descritiva. Será aplicado teste de correlação entre a vitamina D sérica e as variáveis de diagnóstico. Será utilizado o programa computacional SPSS 20.0 (SPSS Inc, Chicago IL, USA) e o nível de significância adotado será de 5%. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FRANÇA, Natasha Aparecida Grande de. Obesidade associada às reduzidas massa magra e massa óssea: uma emergente e complexa relação envolvendo alterações bioquímicas, metabólicas e funcionais. 2019. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.