Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de patógenos primários isolados de infecção intramamária subclínica pela técnica de espectrometria de massas por ionização e dessorção à laser assistida por matriz

Processo: 14/22076-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Marcos Veiga dos Santos
Beneficiário:Melina Melo Barcelos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mastite animal   Espectrometria de massas por ionização e dessorção a laser assistida por matriz

Resumo

A hipótese do presente estudo é a de que a técnica de Espectrometria de Massas por Ionização e Dessorção à Laser Assistida por Matriz (MALDI-TOF MS) identifica de forma eficaz os patógenos primários causadores de infecção intramamária (IIM) subclínica quando comparado à cultura microbiológica. O presente estudo terá como objetivo a identificação dos patógenos primários (Staphylococcus aureus, Streptococcus ambientais, Streptococcus agalactiae, Escherichia coli e Klebsiella spp.) causadores de IIM subclínica por meio da técnica de MALDI-TOF MS. Para isso, serão selecionados seis rebanhos leiteiros (aproximadamente 600 vacas), nos quais serão selecionadas vacas em lactação (estimativa de 330 animais) com IIM subclínica causada por patógenos primários distribuídos em 5 grupos (1: Staphylococcus aureus; 2: Streptococcus ambientais; 3: Streptococcus agalactiae; 4: Escherichia coli; e 5: Klebsiella spp.). Das vacas envolvidas no estudo, serão selecionados 150 quartos mamários diagnosticados com IIM causada por patógenos primários. Além disso, será realizada uma segunda coleta de leite dos quartos mamários, os quais serão submetidos a contagem de células somáticas e identificação por cultura microbiológica. Após a identificação pela cultura microbiológica, será realizada extração em tubo das proteínas ribossomais dos isolados selecionados, para então, serem submetidos a leitura dos perfis proteicos (fingerprint) e identificação em nível de espécie bacteriana pela técnica de MALDI-TOF MS. Os resultados das duas técnicas serão comparados por meio do teste McNemar de proporções pareadas utilizando o programa estatístico S.A.S ® versão 9.2. Espera-se com o presente estudo, mostrar que a MALDI-TOF MS pode ser adotada como uma técnica laboratorial rotineira na identificação de patógenos causadores de mastite bovina. A MALDI-TOF MS proporcionará identificação rápida dos patógenos causadores de mastite possibilitando resultados rápidos aos produtores rurais, o que evitará assim tratamentos inadequados e, consequentemente, resistência aos antimicrobianos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARCELOS, M. M.; MARTINS, L.; GRENFELL, R. C.; JULIANO, L.; ANDERSON, K. L.; DOS SANTOS, M. V.; GONCALVES, J. L. Comparison of standard and on-plate extraction protocols for identification of mastitis-causing bacteria by MALDI-TOF MS. Brazilian Journal of Microbiology, v. 50, n. 3, p. 849-857, JUL 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.