Busca avançada
Ano de início
Entree

Combinando Espectroscopia Raman (RS) e métodos computacionais avançados para avaliar alterações induzidas por radioterapia em células humanas tumorais

Processo: 15/03441-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Osvaldo Novais de Oliveira Junior
Beneficiário:Pedro Henrique Benites Aoki
Supervisor no Exterior: Alexandre G. Brolo
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Victoria (UVic), Canadá  
Vinculado à bolsa:14/17260-8 - Foto-oxidação lipídica em membranas biomiméticas: de efeitos moleculares a impacto em fotomedicina, BP.PD
Assunto(s):Radioterapia   Células tumorais   Espectroscopia Raman

Resumo

O ônus global do câncer tem crescido continuamente devido ao envelhecimento e crescimento da população mundial combinado a escolhas de estilo de vida associadas ao câncer incluindo o tabagismo, inatividade física e má alimentação. São necessárias, portanto, ações de prevenção, diagnóstico precoce e tratamentos eficazes. Neste cenário, a espectroscopia não invasiva Raman (RS) emergiu como uma ferramenta importante para a análise bioquímica das células e tecidos humanos, o que pode proporcionar subsídios para aumentar a eficácia dos tratamentos, tais como a radioterapia. Este projeto envolve a cultura in-vitro de células humanas tumorais, posteriormente expostas a diferentes doses de radioterapia. As células vivas remanescentes serão colhidas para caracterização RS, juntamente com controles não irradiados. Análises computacionais avançadas serão aplicadas no processamento dos dados de modo a correlacionar as alterações induzidas pela radiação nos componentes biológicos da célula. Esperamos que nossas descobertas permitam avanços na área de radioterapia contribuindo para o aumento na eficácia em tratamentos de câncer. (AU)